PUBLICIDADE

Topo

Movimento

Inspiração pra fazer da atividade física um hábito


Movimento

Musculação beneficia mulheres e homens mais velhos igualmente, diz estudo

iStock
Imagem: iStock

Giulia Granchi

Do VivaBem, em São Paulo

13/01/2021 13h56

Uma revisão de estudos científicos publicada recentemente no periódico Sports Medicine comparou os resultados de mulheres e homens entre 50 a 90 anos que iniciaram programas de exercícios de treinamento de resistência com peso.

De acordo com os resultados publicados, o grupo de pesquisadores descobriu que embora os homens tivessem maior probabilidade de ganhar tamanho muscular absoluto, seus ganhos estavam no mesmo nível das mulheres em relação ao tamanho do corpo de cada um.

Conforme aponta Amanda Hagstrom, autora do estudo e professora de ciência do exercício na University of New South Wales em Sydney, na Austrália, historicamente, as pessoas tendem a acreditar que os homens se adaptam em maior grau ao treinamento de resistência do que as mulheres.

"As diferenças que encontramos se relacionam principalmente com a forma como olhamos os dados — ou seja, absolutamente ou relativamente. 'Absoluto' analisa os ganhos gerais, enquanto 'relativo' é uma porcentagem baseada no tamanho do corpo", disse ela em um comunicado de imprensa da universidade.

Como o estudo foi feito

  • Os pesquisadores rastrearam 5337 estudos. Depois, elegeram 30 estudos (com 41 grupos de comparação) para incluir na revisão;
  • No total, a análise teve 1410 participantes: 651 homens e 759 mulheres ente 50 e 90 anos;
  • A maioria dos participantes não tinha experiência anterior em exercícios físicos com pesos.

"Não encontramos diferenças nas mudanças no tamanho relativo dos músculos ou na força da parte superior do corpo. É importante que os treinadores entendam que as mulheres se beneficiam tanto quanto os homens, disse Hagstrom.

Os pesquisadores analisaram ainda quais técnicas de treinamento de resistência deram aos homens e mulheres os melhores resultados.

"Homens mais velhos podem se beneficiar de programas de alta intensidade para melhorar sua força absoluta superior e inferior do corpo, enquanto as mulheres podem ter mais vantagens em rotinas com maiores volumes gerais de exercícios — ou seja, mais repetições semanais — para aumentar sua força corporal relativa e absoluta", explicou a pesquisadora.

Treinar por mais tempo também pode ajudar a aumentar o tamanho muscular relativo e absoluto para os homens ou a força absoluta da parte superior do corpo para mulheres, de acordo com a equipe.

Os benefícios do treinamento muscular para pessoas com mais de 50 anos

Conforme envelhecemos, o processo de perda de massa muscular e força nos músculos age naturalmente. Essa mudança no físico, conhecida como sarcopenia, se torna ainda mais grave com a falta de prática de exercícios e alimentação saudável.

De acordo com profissional de educação física Alexandre Evangelista, doutor em ciências da saúde, professor da Uninove (Universidade Nove de Julho), para pessoas com 50 anos ou mais, treinos para fortalecer os músculos — com as orientações profissionais necessárias para evitar lesões — trazem vários benefícios. Entre eles, o especialista aponta:

  • Diminuição do risco de quedas e melhoras em atividades do dia a dia;
  • Redução da sarcopenia e melhora na potência e força muscular;
  • Ajuda a retardar a diminuição da densidade mineral óssea (e consequentemente a osteoporose);
  • Ajuda a evitar outros tipos de doença como obesidade, hipertensão e diabetes
  • Melhora a qualidade do sono e reduz ansiedade;
  • Aumenta autonomia e vida social do idoso

Movimento