PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Estresse pode fazer cair o cabelo, como da ex-BBB Vanessa Mesquita?

Reprodução/Instagram @vanmesquita
Imagem: Reprodução/Instagram @vanmesquita

Bruna Alves

Do VivaBem, em São Paulo

15/12/2020 13h33

A campeã do "BBB14" Vanessa Mesquita contou ontem (14) em seu Instagram que está sofrendo com queda de cabelo ocasionada por síndrome do pânico, estresse e por momentos difíceis que vem enfrentando.

"Isso não é falta de vitamina, isso é o ano de 2020 para mim. Perdi duas tias esse ano, tentei reanimar uma que já estava desfalecida (...) criei um trauma gigante na minha mente. Minha síndrome do pânico voltou", lamentou.

Estresse pode causar queda de cabelo?

Há evidências de que sim. Embora a saúde do cabelo esteja relacionada, principalmente, a fatores genéticos, momentos de estresse, preocupação, ansiedade e depressão podem refletir na queda das madeixas e agravar ou até causar doenças.

O normal é perder entre 50 a 100 fios diariamente, mas se você está observando tufos de cabelo ficarem no travesseiro ou na escova, pode ser o que os médicos chamam de eflúvio telógeno.

Em geral, o problema surge cerca de três meses depois do momento de grande tensão e pode se resolver sozinho, assim que o corpo se recupera do baque. Mas também pode ocorrer de forma crônica e gerar um dano maior.

"O estresse faz com que a pessoa não coma direito e, sempre que há um emagrecimento rápido, com perda de proteína, o cabelo é afetado, já que os fios são estruturas proteicas", comenta Valéria Marcondes, dermatologista, membro da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia) e da Academia Americana de Dermatologia.

Outro problema ligado a causas emocionais é a alopecia areata, que também causa a queda de cabelo e até de pelos em várias partes do corpo, como cílios, sobrancelhas e barba. Trata-se de um processo inflamatório na área da raiz do cabelo cuja causa, segundo o tricologista Valcinir Bedin, ainda não foi elucidada pela ciência. Sabe-se, contudo, que fatores emocionais desencadeiam tal queda.

Além disso, o excesso de cortisol (hormônio do estresse) pode favorecer quadros inflamatórios que também prejudicam a saúde dos fios e, consequentemente levam a queda.

*Com informações de reportagens publicadas em 16/05/2017 e 11/05/2018.

Saúde