PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Prevenção ao câncer de pele deve começar na infância

iStock
Imagem: iStock

Do VivaBem, em São Paulo

12/12/2020 15h00

Principal causa dos diferentes tipos de câncer de pele, a exposição solar é necessária para a nossa saúde, mas é importante ter consciência dos perigos e de como se proteger dos raios solares.

De acordo com Elimar Gomes, dermatologista da BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo, o estímulo de práticas simples, como a utilização diária do protetor solar desde a infância, é essencial para prevenir o aparecimento da doença.

Assim como hábitos alimentares, culturais e de higiene são absorvidos de maneira rotineira e natural pelos pequenos, os demais cuidados também seguem essa linha de raciocínio. "Se os responsáveis ensinarem as crianças que o uso do protetor solar é tão importante quanto a escovação diária dos dentes, eles levarão isso para a vida e poderão evitar uma série de problemas", explica o especialista.

"Sabemos que a maioria dos cânceres de pele é resultado de um acúmulo de exposição solar desprotegida ou exagerada. Então, quanto antes o indivíduo tiver essa consciência, menor será a probabilidade de desenvolver a doença".

A partir dos seis meses de idade já é recomendado o uso de protetor solar infantil sempre que houver exposição. "Antes disso pode haver riscos relacionados à absorção de substâncias químicas dos filtros e, portanto, o ideal é apenas evitar a exposição", conta o especialista da BP.

Mas nunca é tarde para se cuidar. Além do uso rotineiro e correto do protetor solar, reaplicando a cada três horas, o dermatologista reforça a importância de evitar a exposição direta aos raios solares entre 9h e 15h, além do uso de chapéus, bonés, sombrinhas e guarda-sol para qualquer pessoa em qualquer idade. "A prevenção é sempre o melhor caminho".

O passo a passo básico é aplicar antes de sair de casa, espalhar de forma uniforme e em duas camadas. Além disso, deve-se levar em conta a quantidade usando como referência uma colher de chá para rosto e pescoço, uma em cada braço, duas em cada perna e duas para o tronco.

Além disso, a hidratação também é imprescindível para combater o calor. Recomenda-se que cada pessoa consuma aproximadamente dois litros de água por dia.

Pessoas de idade avançada, de pele clara, homens, tabagistas e imunossuprimidos devem redobrar a atenção, pois estão mais propensos a desenvolver a doença. "É importante ficar de olho no aparecimento ou crescimento de pintas, lesões elevadas, feridas que não cicatrizam e procurar um especialista o quanto antes caso note sinais suspeitos", afirma o médico.

O diagnóstico precoce segue sendo um grande aliado. "Mesmo no tipo mais grave do câncer de pele, o melanoma, as chances de cura são maiores que 90% quando há detecção prematura", conclui o especialista da BP.

Saúde