PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Mário Frias tem "princípio de infarto"; saiba como identificar e agir

Secretário está no Hospital Santa Lúcia Norte, em Brasília - Reprodução/Instagram
Secretário está no Hospital Santa Lúcia Norte, em Brasília Imagem: Reprodução/Instagram

Do VivaBem, em São Paulo*

11/12/2020 17h14

Mário Frias, secretário especial de Cultura, deu entrada nesta sexta-feira (11), no Hospital Santa Lúcia Norte, em Brasília, com um "princípio de infarto", segundo nota da Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social) do Palácio do Planalto. Neste momento, Frias passa por um cateterismo.

A identificação dos sintomas de um infarto é essencial para que medidas sejam tomadas o mais rápido possível. Quanto mais tempo demora, maior a perda de músculo e de função.

Além da dor ou aperto no peito, que se irradia para o queixo ou ombro e braço esquerdos, um desconforto na boca do estômago também é um sintoma comum. As pessoas que sentem esse tipo de dor não procuram um médico porque acham que é só um problema no estômago, mas quando o infarto afeta a parede inferior do coração, a dor pode aparecer no estômago.

Também é importante lembrar que, em alguns casos, a pessoa pode não ter sintoma algum. Quando a obstrução afeta um pequeno ramo da coronária, atingindo uma área pequena e periférica do músculo cardíaco, o ataque cardíaco pode ser assintomático (ou silencioso).

Fique atento aos principais sintomas:

  • Dor aguda no peito, que perdura por mais de 20 minutos e pode se irradiar para pescoço, mandíbula, costas, braço ou ombro esquerdo (também pode se manifestar como queimação, sensação de peso ou aperto no peito e formigamento no braço);
  • Náuseas e/ou vômito;
  • Sudorese, suor frio;
  • Falta de ar (mais frequente em idosos);
  • Cansaço extremo ou fraqueza;
  • Tontura;
  • Desmaio;
  • Ansiedade.

Como agir em caso de suspeita

Ao sentir a dor no peito, a recomendação é ligar para a emergência e manter a pessoa em repouso. Enquanto aguarda, o paciente com suspeita de infarto deve tomar dois comprimidos de 100 mg de ácido acetilsalicílico (aspirina) infantil. Em caso de parada cardíaca, deve-se deitar a pessoa no chão, com o queixo virado para cima, e iniciar a massagem cardíaca fazendo duas compressões por segundo no meio do peito até a chegada da equipe de socorro.

Mesmo que os sintomas sejam leves e a pessoa não tenha histórico de doença cardiovascular, é importante ir ao pronto-socorro. O coração é como um pistão de músculo. Quando o indivíduo tem um infarto, uma área do órgão morre e ele perde essa função de bombear o sangue, por isso o atendimento deve ser rápido.

O ideal é que as providências sejam tomadas até seis horas após o início dos sintomas. Depois de 12 horas, a probabilidade de recuperação é mínima.

E o que é cateterismo?

Na nota, a Secretaria também informou que Frias passa por um cateterismo, que tem duas funções. Primeiro, ele é usado como um exame, geralmente para diagnosticar doenças nas artérias coronárias. Depois, se identificada alguma lesão, o procedimento leva o stent, espécie de mola metálica que mantém as paredes da artéria abertas, até o local em que há obstrução.

No procedimento, um cardiologista intervencionista faz uma pequena incisão no punho ou na virilha e insere um cateter que percorre um vaso sanguíneo até chegar ao coração. Tudo é feito com a ajuda de uma espécie de raio X, chamada fluoroscopia, uma técnica de imagem que auxilia a subida do cateter até a artéria coronária. Ao chegar no local, o cateter injeta um contraste, que mostra a artéria por dentro. Lá, é diagnosticada a lesão.

* Com informações de reportagens publicadas em 1/05/2019 e 21/11/2019.

Errata: o texto foi atualizado
A versão anterior do texto dizia que Mário Frias havia sido internado no Hospital Santa Luzia, na Asa Sul. Mas pouco tempo depois, a Secom informou que o secretário está, na verdade, no Hospital Santa Lúcia Norte, na Asa Norte, em Brasília. A informação foi corrigida.

Saúde