PUBLICIDADE

Topo

Benefícios dos alimentos

Tremoço regula colesterol e nível de glicose; veja 10 benefícios

iStock
Imagem: iStock

Thais Szegö

Colaboração para o VivaBem

01/12/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Como ele é tóxico cru, o tremoço costuma ser encontrado cozido ou em conserva
  • Seus benefícios vão desde regular o intestino e ajudar no controle de peso, graças às fibras, até a redução do colesterol "ruim"
  • Ele ainda é fonte de proteínas, sendo uma boa opção para quem não come ou quer reduzir o consumo de carnes

Hoje ele pode andar um pouco esquecido, mas o tremoço é apreciado desde o Império Romano. A leguminosa é fonte de proteínas e fibras, sendo um aperitivo de alta qualidade, já que traz saciedade.

Como geralmente é encontrado em conserva, pode conter muito sódio, então é bom não exagerar. Mas seus benefícios justificam a inserção no cardápio. Veja a seguir 10 deles.

1. Regula o funcionamento do intestino

O alimento tem esse efeito porque é fonte de fibras. São 7,5 gramas em cada 100 gramas, o que equivale a 30% das necessidades diárias de um adulto. Esses nutrientes ajudam na formação do bolo fecal e facilitam seu trânsito pelo intestino.

2. Ajuda a controlar o peso

A boa quantidade de fibras aumenta a saciedade, o que pode diminuir o consumo exagerado de alimentos. Além disso, o tremoço tem baixo valor calórico, apenas 90 calorias em 100 gramas de tremoço.

3. Auxilia no controle do nível de glicose

O tremoço tem baixo índice glicêmico, medida que classifica os alimentos conforme a velocidade com que a glicose presente neles é absorvida pelo corpo e com que a glicemia (açúcar do sangue) sobe após consumi-los. No caso da leguminosa, ela evita picos de açúcar no sangue.

tremoço; conserva - iStock - iStock
A salmoura na qual ele é conservado é rica em sódio
Imagem: iStock

Diversos estudos já demonstraram que ela pode ajudar a controlar o nível de glicose. Um deles foi realizado por uma equipe da Universidade Loma Linda, nos Estados Unidos, com ratos e revelou que o organismo dos animais ficou mais tolerante à glicose após a ingestão de extrato de tremoço. Em outra pesquisa, essa da Universidade de Curtin, na Austrália, os pesquisadores concluíram que as sementes da leguminosa podem ser usadas para estimular a secreção de insulina, hormônio que possibilita a entrada da glicose nas células.

4. Reduz o colesterol "ruim"

Outra evidência científica encontrada em diferentes estudos é que o tremoço combate o excesso de LDL, o colesterol "ruim", no sangue. Acredita-se que esse efeito pode estar ligado a uma alteração que ele provoca na forma como o fígado produz essa substância.

As fibras encontradas nesse alimento também têm ação benéfica nesse caso. Isso porque elas aumentam a excreção de ácidos biliares, ou seja, do fígado, fazendo com que o órgão remova colesterol do sangue para a síntese de novos ácidos.

5. Favorece o ganho de massa muscular

Esse benefício é oferecido pela quantidade de proteína no alimento. Essa característica também faz com ele estimule a formação de outros tecidos do corpo, como a cartilagem, e ajude no transporte de oxigênio pelo sangue. Por essa razão, o tremoço é uma ótima opção para os vegetarianos.

6. Combate o envelhecimento precoce

Aqui, a vantagem é explicada pela boa dose de antioxidantes, que combatem a ação danosa dos radicais livres. Em pequenas quantidades, esses essas moléculas instáveis são úteis para nossa saúde pois têm um papel importante nos processos normais de nossas células. Mas em grandes quantidades podem causar problemas e prejudicar o funcionamento celular —um processo conhecido como estresse oxidativo. Os antioxidantes, no caso, protegem nossas células neutralizando esses radicais livres.

7. Reduz o risco de câncer

Mais um ponto para os antioxidantes. Estudos já mostraram que eles atuam contra o surgimento e a proliferação de tumores. Um deles, por exemplo, realizado em 1994 com homens finlandeses que fumavam muito, descobriu que os que consumiam doses altas de antioxidantes tinham um risco menor de desenvolver câncer de pulmão. A pesquisa também identificou elos entre as substâncias e a proteção contra um tipo de derrame e, possivelmente, câncer na próstata.

tremoço; aperitivo - iStock - iStock
Ele costuma ser servido como aperitivo, mas também pode entrar no cardápio no lugar de outras leguminosas
Imagem: iStock

8. Protege o coração

Esse efeito acontece graças a um combo: a diminuição do colesterol "ruim", o fato de ele ter bastantes antioxidantes e de oferecer uma boa quantidade de ácidos graxos insaturados, como o ômega 3 e o 6, que dão uma força para a saúde do órgão.

9. Age contra a osteoporose

Nesse quesito se destaca o cálcio, mineral que é responsável pelo desenvolvimento e manutenção do esqueleto, garantindo sua resistência. Os dentes também saem ganhando por causa dessa característica da leguminosa.

10. Dá mais energia

O mérito nesse caso é das vitaminas do complexo B que, além de garantirem um gás extra, melhoram a memória e combatem a depressão.

Como consumir

O tremoço não pode ser ingerido cru, pois pode provocar intoxicação. Seu cozimento precisa ser bem longo e trabalhoso, por isso, na maior parte dos locais, ele é vendido cozido e em conserva.

Não é preciso retirar a casca na hora de comer, pois ela é rica em fibras e atua como probiótico, beneficiando a flora intestinal. Mas, quem sofre com gases deve ficar atento, já que o invólucro da semente pode piorar o quadro. E a turma que tem problemas com a pressão alta também precisa maneirar na ingestão, pois a salmoura na qual ele é conservado é rica em sódio. Nesse caso, o ideal é lavar o alimento em água corrente antes de consumi-lo.

Como usar

Ele costuma ser servido como aperitivo, mas também pode entrar no cardápio no lugar de outras leguminosas, como o feijão e o grão-de-bico. Outra opção é utilizá-lo na forma de farinha, que pode ser empregada em qualquer tipo de receita, como bolos, pães, panquecas, sopas e até saladas, especialmente se for adicionada ao molho, melhorando sua textura e características nutricionais.

A farinha pode ser comprada pronta ou obtida depois de as sementes serem trituradas e, dependendo do paladar da pessoa, torradas. O produto oferece as vantagens de ser rico em fibras, ter poucas calorias, ser livre de glúten, o que faz com que seja uma ótima opção para os celíacos.

Fontes: Angélica Grecco, nutricionista do Instituto EndoVitta, em São Paulo; Bruna Miller, supervisora de nutrição na Rede D´Or São Luiz - Unidade São Caetano, na Grande São Paulo; Fernanda Schumaker Ferraz, nutricionista do Cigo (Instituto Paulista de Cirurgia Gastroenterológica e da Obesidade), também na capital paulista.

Errata: o texto foi atualizado
O estudo realizado na década de 1990 com homens finlandeses que fumavam muito, descobriu que os que consumiam doses altas de antioxidantes tinham um risco menor de desenvolver câncer de pulmão, e não maior, como o texto dizia anteriormente.

Benefícios dos alimentos