PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Americana sofre AVC hemorrágico e isquêmico ao mesmo tempo, e sobrevive

Cathy Brophy fez terapia ocupacional por seis meses para recuperar a fala - Deborah Young Photography/American Heart Association
Cathy Brophy fez terapia ocupacional por seis meses para recuperar a fala Imagem: Deborah Young Photography/American Heart Association

Do VivaBem, em São Paulo

11/11/2020 11h30

Após cochilar no sofá e acordar para desligar a TV, Cathy Brophy, 64, não conseguia se mover para o lado esquerdo e sentia uma dormência na região. Ao tentar levantar, caiu no chão e pediu ajuda ao marido. A mulher, moradora da Carolina do Norte, nos EUA, sofreu um duplo AVC (Acidente Vascular Cerebral): um hemorrágico e um isquêmico, e tudo ao mesmo tempo. A história foi divulgada pelo American Heart Association.

Quando chegou ao hospital, Cathy foi submetida a uma cirurgia imediata e de risco. Os cirurgiões colocaram um stent (tubo utilizado para "abrir" o vaso sanguíneo) na artéria carótida esquerda, no pescoço, e dois stents na artéria cerebral média, na região da cabeça.

O fato ocorreu em 2015 e, na época, os médicos não viram nenhuma razão para o duplo AVC ocorrer: ela tinha 64 anos e estava em boa forma, além de não ter histórico familiar de AVC. Entretanto, cinco anos antes, Cathy passou por uma cirurgia cardíaca para reparar um problema congênito e um aneurisma. A recuperação foi rápida e, um mês depois, ela voltou ao trabalho.

Mas, desta vez, o retorno ao trabalho como editora de livros não foi tão fácil. Ela precisou fazer terapia ocupacional e acompanhamento com fonoaudiólogo por seis meses para recuperar, principalmente, a fala "Na minha cabeça, sabia o que queria dizer, mas não conseguia encontrar as palavras. Como escritora e editora, isso foi terrível", disse ela.

As consequências do AVC hemorrágico e isquêmico serviram de motivação para que ela se esforçasse na terapia e buscasse um estilo de vida mais saudável. Em 2016, ela vendeu sua empresa e abriu um novo negócio de pet-sitting —"babás" de animais de estimação. Além disso, também passou a dar palestras sobre alimentação baseada em vegetais, hábito que sempre evitou durante a vida.

Embora saiba que outro evento neurológico pode ocorrer, ela não se preocupa mais com isso. "Se acontecer, pelo menos estou vivendo feliz por enquanto", disse. "Antes do derrame, estava sempre tensa. Agora estou feliz."

O que é AVC?

O AVC, também conhecido como derrame, é a morte de células do cérebro, que acontece pela interrupção do fluxo sanguíneo no órgão. Essa falta de circulação do sangue pode ocorrer de duas maneiras:

  • AVC hemorrágico: quando um vaso sanguíneo ou artéria se rompe, causando vazamento do sangue na região e interrompendo o fluxo sanguíneo apropriado;
  • AVC isquêmico: pode acontecer quando há o entupimento de um vaso sanguíneo, devido ao acúmulo de placas de gordura em suas paredes.

Fatores de risco e como se prevenir

  • Pressão alta;
  • Diabetes;
  • Colesterol alto;
  • Tabagismo;
  • Uso de drogas;
  • Obesidade;
  • Sedentarismo;
  • Idade (problema é mais comum em idosos);
  • Sexo (doença acomete mais homens);
  • Fatores genéticos (histórico familiar de AVC).

Para prevenção, é importante fazer atividade física, controlar o peso, gordura abdominal e a pressão arterial, reduzir o colesterol, não abusar do álcool, evitar o estresse, não fumar e fazer acompanhamento médico.

Saúde