PUBLICIDADE

Topo

Composto encontrado na uva e no cacau é associado à redução da pressão

iStock
Imagem: iStock

Do VivaBem, em São Paulo

22/10/2020 15h11

Um composto natural, chamado flavan-3-ol e presente em alimentos como uva, cacau e nozes, pode contribuir com a redução da pressão arterial, de acordo com uma pesquisa divulgada no periódico Scientific Reports na quarta-feira (21).

Os pesquisadores da Universidade de Reading, na Inglaterra, coletaram amostras de urina de mais de 25 mil adultos e aplicaram biomarcadores. Assim, eles conseguiram medir a ingestão de flavan-3-ol e associá-la à diminuição dos níveis de pressão arterial.

O estudo mostrou que havia uma diferença de 2 mmHg entre as pessoas que ingeriram menos flavan-3-ol e as que consumiram mais. No resultado, mulheres e hipertensos apresentaram uma redução da pressão ainda maior, mas os pesquisadores não souberam explicar a razão.

Entretanto, de acordo com eles, a diferença encontrada entre a concentração de biomarcadores é semelhante à observada com a adesão à dieta mediterrânea (1,5 mmHg) ou à redução moderada de sal (2,1 mmHg), e provavelmente terá um impacto considerável em uma escala populacional.

Para o principal autor do estudo, Gunter Kuhnle, nutricionista da Universidade de Reading, a associação entre a ingestão de flavan-3-ol e a pressão arterial continuou bastante estável, mesmo após avaliar outros fatores de estilo de vida, como tabagismo e atividade física. Mas, de acordo com o pesquisador, é muito importante se atentar para a forma de consumo desse composto.

"Às vezes, vejo pessoas dizendo que você deve consumir chocolate para obter flavan-3-ol, mas para chegar à quantidade necessária para encontrar um efeito positivo seria necessário consumir em excesso, e isso não seria possível".

Além disso, comer grandes quantidades de alimentos ricos em açúcar e gordura pode eliminar os efeitos benéficos desse composto. Apesar dos resultados positivos, os pesquisadores reforçam que ainda são necessários mais estudos para comprovar qual é a relação entre a ingestão de flavan-3-ol e a diminuição da pressão arterial.