PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Mosquitos "invadem" São Paulo; qual é o melhor jeito de espantá-los?

iStock
Imagem: iStock

Priscila Carvalho

Do VivaBem, em São Paulo

15/09/2020 13h41

Basta a temperatura subir um pouco para os detestados mosquitos aparecerem em peso. Só na cidade de São Paulo, onde no último fim de semana chegou a fazer 35ºC, o aparecimento de pernilongos e outros insetos fora de época chamou a atenção dos moradores.

Junto com os mosquitos vem as picadas e as alergias, já que algumas pessoas são mais suscetíveis ao problema. Os mosquitos são atraídos pelo calor do corpo e pelo gás carbônico, de acordo com Carlos José Einicker Lamas, professor da USP (Universidade de São Paulo). E qual será o melhor jeito de espantá-los?

Invista em telas

A instalação do material é considerada a melhor opção, segundo os especialistas, pois cria uma barreira que evita o acesso dos mosquitos ao interior da casa. Embora o recurso seja o melhor a ser utilizado, as telas podem deixar o ambiente mais quente e abafado.

Use ar-condicionado e ventilador

Esses aparelhos criam um "muro" que impede o acesso dos mosquitos. Por exigir ambiente fechado, o uso do ar-condicionado também gera uma barreira térmica contra eles. Esse tipo de inseto é pecilotérmico, ou seja, não tem mecanismo interno que regule a temperatura do corpo e, por isso, evita as baixas temperaturas.

Hélio Rubens Jacinto Pereira Júnior, biólogo e professor da Esamc, de Sorocaba (SP), explica que os mosquitos não gostam de lugares com temperaturas abaixo de 15ºC. "Gostam acima de 25ºC. Na época que tem diminuição absurda, eles não conseguem fazer controle da temperatura."

Coloque repelente

Os repelentes, que são ligados na tomada, são considerados o método mais eficaz para espantar mosquitos, segundo Alessandra Lemos. A pesquisadora ressalta que esse tipo de produto é feito à base de piretroide e atua no sistema nervoso do mosquito. "Ele vai absorver a substância e ter uma descarga repetitiva", diz a especialista.

Também é possível utilizar os repelentes tópicos para aplicar na pele. Dependendo do produto, podem manter a ação contra os insetos por até dez horas.

Espalhe plantas na casa

Existem quatro tipos de que são popularmente conhecidas para afastar por afastar os mosquitos: citronela, lavanda, gerânio e alecrim. De acordo com a Anvisa, não há eficácia comprovada. Pereira Júnior reforça que as três primeiras precisam de incidência de sol para se desenvolverem e, por isso, não são indicadas para locais com luz indireta.

Pereira sugere a utilização de óleos aromáticos —de citronela, eucalipto e andiroba— que podem ser espalhados pela casa com um borrifador ou colocados em um dispersor ligado na tomada. Outra alternativa caseira é usar óleos cítricos e também espalhar pela casa.

Plantas carnívoras

Podem ajudar de maneira pontual. Entretanto, é preciso que o mosquito se aproxime da planta para ser capturado e a digestão desse inseto pode levar dias.

"Com informações de reportagem publicada em 22/05/2020.

Saúde