PUBLICIDADE

Topo

Conexão VivaBem

Vitalidade


Nany People: "Vida tem que ser uma transa divertida, gostosa e lubrificada"

Do VivaBem, em São Paulo

11/09/2020 11h00

No Conexão VivaBem desta sexta-feira (11), Nany People disse que as pessoas esperam sempre algo para começarem a viver, mas que a vida deveria ser sempre divertida, sem muitos "quandos".

"Quando você é jovem, você acha que o melhor da vida vai começar 'quando'. Quando você tiver, quando você comprar, quando você formar. Não, é agora. A juventude dá essa falsa sensação de longevidade. Mas com a maturidade você aprende que tem que ser now or never [agora ou nunca, em português]", disse.

A atriz e humorista fez uma associação ao sexo, que tem que ser gostoso e divertido, mas com lubrificação, para não machucar. "A vida tem que ser essa transa, tem que ser gostosa, tem que ser divertida, tem que estar lubrificada. Pode até machucar, mas tem que escorregar."

A ideia de não perder as oportunidades surgiu após sua mãe morrer de forma abrupta, devido a um câncer agressivo. People contou que a mãe descobriu a doença, operou e morreu após um mês e meio. "Nunca perdi nada tão importante, tão significativo. Eu aprendi ali que queria ter sido mais ágil e fazer coisas com ela, mas fiquei protelando para quando tivesse, quando viesse", disse.

Ela contou que talvez essa agilidade seja justamente uma das características que ganhou na maturidade, mas que desejaria ter tido mais cedo, enquanto ainda era jovem. "Se tivesse tido mais agilidade em 'n' coisas na minha vida, não teria demorado tanto para a ficha cair".