PUBLICIDADE

Topo

"Comia fast-food todos os dias e perdi 45 kg quando passei a cozinhar"

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Thamires Andrade

Colaboração para o Viva Bem

10/09/2020 04h00

Lucas Nunes enfrentou problemas com o ganho de peso desde criança. Mas foi só depois de adulto, quando bateu 120 kg na balança, que resolveu mudar totalmente seu estilo de vida. A seguir, ele conta como conseguiu mudar hábitos e chegar a 75 kg em menos de dois anos:

"Fui gordinho desde pequeno e todos da minha família também tinham tendência a engordar. Comíamos muito fora e em grandes porções, nosso cardápio era sempre fast-food ou pizza. Aos 20, fui estudar na Espanha e comecei a fazer minha própria comida, me exercitar e cheguei a emagrecer, mas foi só retornar para o Brasil que os hábitos alimentares ruins também voltaram e engordei novamente.

Após a morte do meu pai, fui morar com meus tios nos EUA e foi lá que mais engordei. Trabalhava muito e não tinha tempo de cozinhar e preparar as minhas refeições, então, comia pizza e hambúrguer todos os dia! Eu me alimentava muito mal.

Um dia, fui me pesar em uma balança de um mercado e me assustei. Estava com 120 kg! Percebi que precisava mudar isso. Minhas roupas não entravam mais em mim, eu me sentia muito mal com a minha aparência e fora que não conseguia respirar direito nem jogar futebol, esporte que adorava.

Como Emagreci - Lucas 2 - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

A partir desse dia, comecei a pesquisar o que poderia fazer para mudar minha vida. Primeiro, entrei na musculação e comecei a treinar de domingo a domingo. Sempre acreditei que constância era o segredo de tudo. Na sequência, ajustei o cardápio: cortei frituras, doces e refrigerante. Só de fazer essas mudanças, em dois meses, perdi 20 kg.

Esses primeiros resultados me deixaram muito motivado e comecei a me exercitar ainda mais. Passei a correr de manhã, além de seguir fazendo musculação, à noite.

Para seguir emagrecendo, após esses dois meses fiz várias mudanças na alimentação. Comecei a preparar todas as minhas refeições em casa e levar para onde eu ia: trabalho, saída com amigos etc. Não sabia cozinhar muito, fazia o básico e saudável, sem invenções: arroz, frango, macarrão, carne e salada.

Preparava tudo no dia anterior, pois acredito que ter a refeição pronta reduz a chance de alimentos errados na hora da fome. Quando precisava comer fora, tinha a consciência de que precisava optar por coisas mais saudáveis, menos fast-food e mais comida de verdade.

Como Emagreci - Lucas 3 - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Fui pegando cada vez mais motivação para continuar. Emagrecer estava fazendo eu me sentir bem, minhas roupas estavam entrando e uma coisa foi levando a outra. Voltei para o Brasil há um ano e, quando cheguei aqui, fui convidado para participar de um projeto de uma nutricionista. Era um desafio de 30 dias de reeducação alimentar e atividade física e fiquei em 1º lugar, pois consegui emagrecer 10 kg em um mês.

Ganhei como prêmio um período de personal trainer e acompanhamento nutricional. Isso me deu uma motivação extra para continuar. Não queria parar mais. Foi com esse apoio da nutricionista que eu aprendi a comer ainda melhor. Não gosto de frutas e verduras e mesmo assim conseguir ter resultados e manter a saúde! Também aprendi com a especialista que posso comer outras coisas, ter uma refeição livre às vezes. Não é preciso restringir muito a alimentação para emagrecer, que na verdade isso só prejudica.

Com o projeto, também comecei a fazer aula de Crossfit, além da musculação e da corrida que eu já praticava antes e gostava. Alcancei um excelente nível de condicionamento físico que me ajudou muito a chegar nos 75 kg que eu tenho hoje. Ao todo, emagreci 45 quilos em um ano e meio e a musculação me ajudou tanto que nem fiquei com pele sobrando, apenas com as estrias.

Meu objetivo sempre foi emagrecer e agora, pela primeira vez, o foco mudou: quero ganhar mais músculo.