PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Covid: pesquisadores de Hong Kong descrevem reinfecção com vírus diferentes

Sequenciamento dos vírus mostram que paciente foi infectado por duas cepas diferentes, diz Universidade de Hong Kong - C. Barnes/Björkman laboratory
Sequenciamento dos vírus mostram que paciente foi infectado por duas cepas diferentes, diz Universidade de Hong Kong Imagem: C. Barnes/Björkman laboratory

De VivaBem, em São Paulo

24/08/2020 12h04Atualizada em 24/08/2020 13h20

Pesquisadores de Hong Kong documentaram um caso de reinfecção de coronavírus com um vírus diferente da primeira infecção. O grupo chegou a essa conclusão após sequenciar os vírus que causaram as duas infecções.

"Um paciente, aparentemente jovem e saudável, teve um segundo caso de covid-19 diagnosticado 4 meses e meio depois do primeiro", afirmou a Universidade de Hong Kong.

Outros casos de reinfecção por covid-19 estudados têm caído por terra após pesquisas mostrarem que, na verdade, os pacientes ainda tinham fragmentos do vírus no corpo e os sintomas teriam apenas voltado à tona.

Outra possibilidade frequente é que uma pessoa tenha contraído o novo coronavírus e, na sequência, outro vírus similar, como Sars ou Mers.

Nesse caso, os pesquisadores argumentam que não se trata de uma infecção só, já que os dois vírus apresentam sequências diferentes.

"Nossos resultados provam que essa segunda infecção é causada por um novo vírus que ele adquiriu recentemente em vez de uma disseminação viral prolongada", defendeu Kelvin Kai-Wang To, microbiologista da universidade.

De acordo com os pesquisadores, o paciente é um homem de 33 anos que apresentou apenas sintomas leves na primeira infecção e foi assintomático na segunda. A reinfecção foi descoberta quando ele voltou de uma viagem da Espanha.

A pesquisa apontam ainda que a sequência do vírus da segunda infecção é muito similar à que circulou na Europa entre julho e agosto.

Saúde