PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Embaixador acredita que vacina russa poderá em breve ser aplicada em massa

Do UOL, em São Paulo

11/08/2020 13h48

O embaixador da Rússia no Brasil, Sergey Akopov, disse hoje, em entrevista para a CNN Brasil, que acredita que na possibilidade de aplicação em massa da vacina aprovada hoje pelo governo de seu país em um curto espaço de tempo.

De acordo com o embaixador, a vacina ainda não está 100% pronta, mas que confia no trabalho efetivo para garantia de segurança nas aplicações. O governo russo estimou hoje que a inoculação em massa pode começar em outubro, apesar do ceticismo de pesquisadores e entidades como a OMS (Organização Mundial da Saúde).

"Eu não li ainda as críticas que estão fazendo. Podemos dizer que logicamente a vacina ainda não está 100%, digamos, preparada para a aplicação em massa, mas logo, segundo as informações que recebemos da Rússia, ela vai ser aplicada em massa pelo menos na Rússia", disse.

"Repito mais uma vez de que ainda é preciso continuar os trabalhos de pesquisas científicas, porque o mais importante é garantir a eficiência e a segurança dessa vacina. Temos a certeza de que essa vacina só vai ser distribuída em massa quando for absolutamente segura", completou.

O anúncio do registro foi feito hoje pelo presidente Vladimir Putin, embora a fase 3 dos testes (a última antes da distribuição em massa) ainda não tenha sido concluída. O embaixador disse que acredita que a vacina tenha passado por protocolos internacionais de desenvolvimento.

"Eu entendo que sim, porque de outra maneira não seria registrada pelo ministério da saúde na Rússia", disse.

Sergey Akopov ainda disse confiar em parceria com o Brasil em âmbito nacional. O governo do Paraná deve anunciar amanhã um acordo para a produção e aplicação da vacina no futuro.

"Sim, eu estou absolutamente convencido de que isso é possível. A embaixada está ajudando nossas entidades na Rússia que estão procurando cooperação internacional para estabelecer contato com diferentes laboratórios e governos para precisamente produzir a vacina no Brasil e para ser aplicada na população brasileira também", disse.

Saúde