PUBLICIDADE

Topo

Movimento

Inspiração pra fazer da atividade física um hábito


Movimento

Sem treinar, Thiago Thomé perde músculos na pandemia; por que isso ocorre?

O músico e ator Thiago Thomé parou de treinar na pandemia e perdeu a definição muscular - Reprodução/Instagram
O músico e ator Thiago Thomé parou de treinar na pandemia e perdeu a definição muscular Imagem: Reprodução/Instagram

Do VivaBem

01/08/2020 12h33

Uma foto de antes e depois do ator e cantor Thiago Thomé chamou a atenção esta semana. No Instagram, o artista mostrou que seu corpo mudou bastante: ele ganhou gordura e perdeu massa muscular após quatro meses sem malhar e sem fazer dieta por conta da quarentena.

Não é novidade que se não seguirmos uma alimentação adequada engordamos —o que impede exibir um shape definido, já que o tecido de gordura fica sobre os músculos. Mas e quanto à musculatura? Por que ela "vai embora" quando ficamos sem treinar? E após quanto tempo de sedentarismo isso ocorre?

Basicamente, a perda de massa magra acontece pois nosso corpo tenta o tempo todo poupar energia. Como o tecido muscular precisa de muito "combustível" para ser preservado, se não praticamos exercícios regularmente, não faz sentido para o organismo gastar energia para manter algo que não está sendo usado.

E saiba que nosso organismo é ingrato quando o assunto é hipertrofia. Precisamos de meses (ou até anos) de dedicação na academia para conseguir bons resultados de ganho de massa muscular. Porém, após três dias sem ser estimulada com exercícios, nossa musculatura já começa a sofrer mudanças fisiológicas que vão levar à perda de força e resistência, segundo Marcello Butenas*, profissional de educação física pela USP (Universidade de São Paulo).

Apesar de o processo ser iniciado após 72 horas sem atividades física, a redução significativa de músculos e força começa a ocorrer cerca de dez a quinze dias sem praticar exercícios. Em duas semanas, já pode haver uma perda de 15% de massa magra.

De acordo com Diego Leite de Barros*, fisiologista do Hospital do Coração e diretor da DLB Assessoria Esportiva, depois de quatro a cinco meses sem treinar, todo o esforço na academia é praticamente perdido: já houve redução de músculos, força, resistência, coordenação motora e técnica esportiva. Fisiologicamente, seu corpo está praticamente no mesmo nível de um sedentário.

Como deve ser a volta aos treinos?

A boa notícia é que temos memória muscular. Isso significa que uma pessoa que praticou atividade física regularmente por alguns anos ganha condicionamento físico mais rapidamente do que um sedentário. Mesmo assim, é importante que o retorno ao treino seja gradual.

Nas primeiras três ou quatro semanas, é recomendado fazer um treino de readaptação, com movimentos de execução mais fácil e volume (número de exercícios) e carga moderados.

*Fontes consultadas em reportagem de abril de 2018, de José Lúcio Cardim

Movimento