PUBLICIDADE

Topo

Conexão VivaBem

Saúde da mulher


Sabrina Parlatore: "Mulheres hoje estão com os rostos iguais, é pavoroso"

Do VivaBem, em São Paulo

30/07/2020 15h00

No Conexão VivaBem desta quinta-feira (30), a apresentadora e cantora Sabrina Parlatore criticou o exagero dos procedimentos estéticos e os analisou como uma forma de não aceitar o envelhecimento natural do corpo.

"A mulheres têm que encarar esse momento como também uma etapa da vida. É a nossa natureza e eu sou muito a favor da naturalidade. Eu comento nas redes sociais para pararem de ficar indo atrás de uma beleza e um corpo ideal", disse. "As mulheres hoje estão com os rostos todos iguais, uma coisa pavorosa. Colocando boca, mexendo no nariz, afinando bochecha. Para com essa neurose".

A apresentadora disse nunca fez um procedimento estético. "Não que eu seja contra, mas sou contra exageros. Eu vejo meninas com menos de 30 anos fazendo coisas pavorosas no rosto, no corpo, procedimentos horríveis em busca de algo que muitas delas não sabem o que é. E é tão bonito ver uma mulher natural envelhecendo, cuidando do corpo, da saúde. Eu bato muito nessa tecla".

No episódio, ela disse que encara o envelhecimento como algo inevitável. "Outro dia vi que a Gisele Bündchen fez 40 anos. Realmente, chega para todo mundo". Segundo ela, esses processos naturais devem ser vistos como algo bom. "Honestamente, a experiência, a vivência traz muitos benefícios. Eu me sinto muito melhor hoje em relação à minha visão de mundo, sou mais segura em relação ao que eu penso, ao que eu quero, então tem esse lado muito positivo". Sabrina disse que não trocaria seu eu de hoje pelo de 30 anos. "Tinha muitas dúvidas, inseguranças de que caminho seguir".

Ela confessou que não são sintomas agradáveis, os do climatério, então sugere alternativas para contornar os problemas. Ela pratica atividades físicas com regularidade e mantém uma alimentação equilibrado. "Além disso, procurar ter qualidade de vida, curtir mais a vida. Aos 20 e poucos anos eu tinha aquele ritmo frenético, em busca de algo que eu nem sabia o que era. Hoje, eu tento levar a vida com um pouco mais leveza, tento fazer coisas que me deixam mais feliz mesmo. É numa fase de amadurecimento".