PUBLICIDADE

Topo

Gosta de sopa? Veja 8 benefícios de incluí-la na dieta com mais frequência

iStock
Imagem: iStock

Samantha Cerquetani

Colaboração para o VivaBem

01/07/2020 04h00

Resumo da notícia

  • As sopas são saborosas e saudáveis, mas precisam ser preparadas com vegetais frescos, temperos naturais e proteína
  • Dependendo dos ingredientes escolhidos, as sopas oferecem vitaminas, minerais, antioxidantes, fibras e água
  • Entre os benefícios, destacam-se: mais saciedade, fácil digestão e aumento da ingestão de vegetais e líquidos
  • É importante ficar de olho nos acompanhamentos e optar por queijos mais magros e os pães integrais
  • É melhor evitar alimentos gordurosos como linguiça, paio, carnes gordas e bacon, por exemplo

Para aquecer o corpo no inverno ou diminuir as calorias das refeições, as sopas são opções saborosas, leves e saudáveis, desde que preparadas adequadamente. Por isso, é importante se atentar aos ingredientes escolhidos: o ideal é que sejam vegetais frescos, temperos naturais e uma fonte de proteína para proporcionar os diversos benefícios para a saúde.

"As sopas apresentam uma diversidade de nutrientes fundamentais ao funcionamento do organismo, geralmente com baixa densidade energética e boa disponibilidade de vitaminas, minerais, antioxidantes, fibras e água. Para isso os ingredientes precisam ser frescos, variados e equilibrados", afirma Marcella Garcez, nutróloga e diretora da Abran (Associação Brasileira de Nutrologia).

Na hora da escolha dos ingredientes é melhor evitar alimentos gordurosos como linguiça, paio, carnes gordas e bacon, por exemplo. E é importante ficar de olho nos acompanhamentos —opte pelos queijos mais magros e os pães integrais.

Outro detalhe que deixa a sopa mais nutritiva é dar atenção para o caldo, que se for preparado com carnes ou legumes, trará mais sabor e nutrientes do que os industrializados.

"Uma dica é escolher uma proteína de boa qualidade, como carnes magras sem gordura em quantidade moderada ou as leguminosas. Abuse dos vegetais, como alho-poró, cebola, repolho, espinafre, chuchu e abobrinha. E fique de olho no excesso de alimentos ricos em carboidratos como batata, inhame, mandioca, que devem ser consumidos com moderação", explica Audie Nathaniel Momm, nutrólogo do Iamspe (Hospital do Servidor Público Estadual). A seguir, veja os benefícios de incluir sopas na sua alimentação:

1. É uma aliada no controle de peso

Quem nunca ouviu que as sopas ajudam a emagrecer? Pois quando preparadas com os cuidados listados no começo desse texto, elas podem contribuir com o controle do peso ao proporcionar saciedade, principalmente as que são de vegetais por conter mais fibras. Se ela for servida antes da refeição principal, ajuda também a diminuir a ingestão de alimentos.

Vale destacar que a sopa não deve ser calórica —a ideal para esse objetivo é a de legumes, com vegetais e proteína. Mas, é preciso ter bom senso para evitar exageros e as restrições alimentares.

Mas não é por isso que você deve adotar uma dieta da sopa, em que o prato é consumido exclusivamente, em todas as refeições. "Por mais que sejam saudáveis, elas não contemplam todos os nutrientes que precisamos para manter nossa saúde. Dessa forma, desequilibramos o organismo e também diminuímos a energia (calorias e nutrientes)", explica a nutricionista Gisele Pontaroli Raymundo, professora do curso de Nutrição da PUCPR (Pontifícia Universidade Católica do Paraná). Ela explica que dietas desse tipo causam cansaço, falta de energia, desânimo e a longo prazo desencadeia diversas carências nutricionais.

Sopa de legumes e carnes - iStock - iStock
Sopa com carnes, verduras e tubérculos costumam ser uma boa opção para ter uma refeição equilibrada
Imagem: iStock

2. Aumenta o consumo de vegetais

Investir em sopas é uma alternativa de consumir várias porções de vegetais de uma só vez. De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), a recomendação é ingerir cerca de 5 porções de verduras e frutas por dia. Por isso, ao preparar uma sopa com diversos vegetais, você incorpora o hábito de acrescentar legumes e verduras na sua alimentação. Sempre que possível, adicione nas receitas de sopas mais brócolis, cenoura, couve-flor, couve, abóbora e espinafre, entre outros.

As sopas liquidificadas são uma opção para aquelas pessoas que não possuem o hábito de consumir os vegetais por não apreciar a textura ou a aparência. Pode também ser uma forma de introdução dos vegetais para crianças ou uma alternativa para pessoas com problemas de dentição, como idosos.

3. Ajuda na hidratação do corpo

Como possuem uma boa quantidade de água, as sopas contribuem bastante para a hidratação do organismo. Os vegetais e legumes são ricos em água, além do próprio caldo da sopa. Vale destacar que é preciso tomar água e outros líquidos como chás e sucos durante todo o dia para manter o corpo hidratado. Mas como diminuímos a ingestão de água em períodos de inverno, é uma boa maneira de continuar se hidratando bem.

Sopas variadas - iStock - iStock
O ideal é variar o cardápio e sempre tentar colocar mais vegetais diferentes, para ter um aporte mais variado de nutrientes
Imagem: iStock

4. É de fácil digestão

Geralmente, as sopas são preparações de fácil digestão, pois o cozimento dos alimentos é lento e prolongado. Assim, as fibras de carnes e vegetais, ficam abrandadas, facilitando a mastigação e a digestão. Caso a sopa seja liquidificada ou em cremes, a digestão será ainda mais fácil. Mas as sopas ricas em gorduras, com queijo parmesão ou com creme de leite, por exemplo, são digeridas mais lentamente.

5. É indicada para quando ficamos doentes

Você reparou que é bastante comum consumirmos mais sopas quando estamos debilitados ou nos recuperamos de alguma doença? Pessoas que estão com um simples resfriado e até mesmo recuperação pós-cirúrgica se beneficiam dessas preparações nutritivas.

É comum a perda do apetite, do paladar, da força para a mastigação e deglutição quando estamos mais debilitados. "A sopa é a preparação que tem uma textura de mais fácil ingestão, não exige esforço para a mastigação, ao mesmo tempo, concentra uma série de nutrientes em uma única preparação - quando misturados diversos alimentos, garantindo um amplo leque de oferta de nutrientes", explica Irene Coutinho de Macedo, coordenadora do curso de bacharelado em nutrição do Senac São Paulo.

Sopa com verduras - iStock - iStock
Imagem: iStock

6. Evita o desperdício de alimentos

Fazer uma sopa é uma forma de aproveitar aqueles vegetais que amadureceram e seriam descartados. Além disso, é possível incluir sementes, talos, partes dos legumes que seriam desperdiçados, mas ainda estão bons para consumo. Também dá para usar aparas de carne bovina para o caldo e até sobras de alimentos como beterraba e cenoura pré-cozida para agregar sabor e nutrientes.

7. Possui poucas restrições

As sopas oferecem poucas restrições alimentares. Dessa forma, gestantes, adultos e crianças podem consumir esse tipo de alimento, já que é uma preparação fácil de digerir e que contém todos os grupos alimentares (como proteínas, carboidratos, gorduras, fibras, vitaminas e minerais) necessários em um único prato —quando preparada de forma balanceada, claro. No caso das pessoas com diabetes, é preciso se atentar para receitas com excesso de carboidratos, como mandioca, arroz, macarrão e batata em uma mesma refeição.

Sopa na caneca - iStock - iStock
Imagem: iStock

8. Pode ser consumida em várias ocasiões

As sopas podem ser consumidas tanto no almoço quanto no jantar em versões quentes ou frias. Em alguns casos, são servidas como entrada de alguns pratos ou se tornam a refeição principal. É uma ótima opção para o jantar, pois facilita a digestão, que naturalmente é mais lenta no período noturno, evitando a interferência no sono.

"A sopa é nutritiva, garante a reposição de energia, vitaminas, minerais e dá aquela sensação de conforto. Por isso, é um alimento bastante popular. É possível variar bastante nas opções com sobras de legumes, vegetais, aparas de carnes, frango, queijos e cereais. Por isso, é bastante versátil", destaca Juliana Zanetti, nutricionista da BP - Beneficência Portuguesa.

E as sopas industrializadas?

Fique atento em relação as sopas processadas, congeladas, enlatadas e em pó ou que contenham macarrão instantâneo. O consumo excessivo de produtos como estes favorece o desenvolvimento de obesidade e doenças cardiovasculares. Isso porque elas são carregadas de ingredientes que fazem mal para o organismo como grandes quantidades de sódio, gorduras trans, conservantes e outras substâncias que não são encontradas nas versões naturais, preparadas com ingredientes frescos.
"Como elas contêm muito sódio, as sopas prontas podem elevar o nível da pressão arterial de pessoas que já são hipertensas e causam retenção hídrica, principalmente em mulheres que estão na pós-menopausa, então é melhor evitar sempre que possível", destaca Renata Bortoluzzo, nutricionista do Núcleo Paulista de Obesidade.

Revisão técnica: Marcella Garcez.