PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Fiocruz vai iniciar estudos pré-clínicos de vacina para a covid-19

11/03/2020 - Analista do laboratório da Fiocruz estuda amostra de teste de covid-19, o novo coronavírus - Carl de Souza/AFP
11/03/2020 - Analista do laboratório da Fiocruz estuda amostra de teste de covid-19, o novo coronavírus Imagem: Carl de Souza/AFP

Do VivaBem, em São Paulo

11/06/2020 11h42

A Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) anunciou o início de estudos pré-clínicos para uma vacina sintética para o novo coronavírus (Sars-CoV-2). A etapa será conduzida pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz). Ainda que seja aprovada em todas as análises, a vacina não deve chegar aos registros antes de 2022.

O instituto agora vai avaliar os aspectos de segurança em modelo animal. A forma sintética da vacina foi escolhida por ser mais rápida, em comparação às metodologias tradicionais, pelo custo reduzido de produção, pela estabilidade da vacina para armazenagem e por não precisar de instalações com muitas exigências em biossegurança durante as primeiras etapas de desenvolvimento.

Sobre a vacina sintética, ela tem como base biomoléculas ou peptídeos antigênicos de células B e T, ou seja, contém pequenas partes de proteínas do vírus Sars-CoV-2 capazes de induzir a produção de anticorpos específicos no processo de defesa do organismo.

Nesta próxima etapa, serão feitas formulações vacinais com essas biomoléculas acopladas em nanopartículas, para avaliação "in vivo", onde serão obtidos os primeiros resultados relacionados à imunidade frente ao novo coronavírus.

A partir dos resultados dos estudos pré-clínicos, parte-se para estudos clínicos de fases 1, 2 e 3, onde são feitos testes com seres humanos.

Saúde