PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Coronavírus: chance de disseminação é 35 vezes maior sem distanciamento

LewisTsePuiLung/iStock
Imagem: LewisTsePuiLung/iStock

Do VivaBem, em São Paulo

16/05/2020 10h20

Áreas que não aderem a nenhuma política de distanciamento social enfrentam 35 vezes mais casos do novo coronavírus (Sars-CoV-2), de acordo com um estudo feito nos Estados Unidos.

A pesquisa, publicada no periódico científico Health Affairs, analisou as políticas que determinam o distanciamento social e descobriu que quanto mais tempo uma medida estava em vigor, mais lenta a taxa de crescimento diário da covid-19.

Os pesquisadores analisaram os casos confirmados da doença nos Estados Unidos entre 1º de março e 27 de abril — um total de cerca de 1 milhão.

Depois, eles investigaram os casos por locais: onde as políticas de distanciamento social duraram pelo menos entre 16 a 20 dias, a taxa diária de infecção caiu mais de 9 pontos percentuais. Quando o tempo de isolamento era menor, os benefícios também foram, mas foi possível ver uma redução de casos a partir de cinco dias.

Mantendo o distanciamento social voluntário, os cientistas calcularam uma expansão 10 vezes maior até 27 de abril sem recomendações governamentais para ficar em casa, e um número 35 vezes maior sem nenhum tipo de medida (com escolas, restaurantes, academias e outros serviços funcionando normalmente).

"Nosso artigo ilustra o perigo potencial de disseminação exponencial na ausência de intervenções, fornecendo informações relevantes para estratégias para reiniciar a atividade econômica", apontam os autores.

Saúde