PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Leite materno apresenta resposta imunológica ao coronavírus, diz estudo

iStock
Imagem: iStock

Do VivaBem, em São Paulo

14/05/2020 09h35

O leite materno de mulheres que tiveram covid-19 apresenta forte resposta imunológica ao novo coronavírus, concluiu um estudo feito por um grupo da Escola de Medicina Icahn do Monte Sinai, em Nova York, e da Universidade da Califórnia em Merced.

O estudo foi publicado na plataforma medRxiv em versão pré-print, ou seja, sem revisão por pares. Para os pesquisadores, o leite materno poderia ser usado como terapia contra a covid-19.

Eles afirmam que já era esperado que houvesse uma resposta de anticorpos ao novo coronavírus no leite produzido por mulheres já infectadas porque ele contém imunoglobinas do tipo G, que se originam principalmente do sangue. Ainda não se conhecia, porém, a exata quantidade de anticorpos para a covid-19 presentes no leite materno.

Na pesquisa, foram analisadas 15 amostras de leite doado por mulheres que contraíram a covid-19 e dez amostras de controle negativo obtidas antes de dezembro de 2019, ou seja, antes do início da pandemia. O material recolhido foi exposto ao Sars-Cov-2.

Das amostras doadas por mulheres que haviam sido infectadas, 80% exibiram reatividade de Imunoglobulina A (IgA) e todas registraram resposta positiva para anticorpo secretório, sugerindo que a IgA detectada pertence, predominantemente, à subclasse Imunoglubina A secretória (ou sIgA, na sigla em inglês).

Para os especialistas, o fato de o anticorpo ser da classe secretora e altamente resistente à degradação proteolítica tornaria possível a purificação e utilização do leite no tratamento da covid-19.

"No geral, os dados indicam que existe uma forte resposta imune à SARS-CoV-2 dominante pela sIgA no leite humano após a infecção na maioria dos indivíduos, e que um estudo abrangente dessa resposta é altamente necessário", dizem os pesquisadores no estudo.

Saúde