PUBLICIDADE

Topo

Longevidade

Práticas e atitudes para uma vida longa e saudável


Longevidade

Mais velho do mundo dizia que "não sentia raiva"; como driblar o sentimento

Japan Pool/Jiji Press/AFP
Imagem: Japan Pool/Jiji Press/AFP

Priscila Carvalho

Do VivaBem, em São Paulo*

25/02/2020 13h11

Chietsu Watanabe, 112, morreu no último domingo (23). Ele era o homem mais velho do mundo, segundo o Livro dos Recordes. O idoso morava na cidade de Niigata, no Japão.

Em uma entrevista no ano passado, Watanabe disse que o segredo para a longevidade "era não ficar com raiva e manter um sorriso no rosto". Além disso, ele contou que gostava muito de comer doces, como pudim, pastéis de nata, sorvete e profiteroles, já que havia perdido todos os dentes com a velhice e eles eram mais fáceis de mastigar.

De fato, evitar momentos de muito nervoso pode garantir uma melhora na saúde, além de diminuir o estresse.

Sentir raiva é uma sensação natural, qualquer pessoa pode ter seu momento de fúria, mas é possível evitá-la e aprender a lidar com o sentimento sem sair de si. Existem estratégias que podem ser treinadas para aprender a lidar com a emoção, antes que a situação piore ainda mais. Veja abaixo.

  • Saia do local

Trata-se de um momento tenso e, qualquer confronto, só tende a piorar a situação. Por isso, a primeira lição é sair de cena, mesmo que seja por poucos minutos. Evitar a discussão, deixar a poeira baixar, digerir a raiva são estratégias importantes para evitar um conflito maior.

  • Reavalie

Longe do problema, procure pensar sobre a importância que está dando para aquela situação/pessoa. Reavalie se isso realmente merece esse desgaste. É muito importante gerenciar o evento desencadeador e pensar se deve mesmo reagir àquela provocação ou se está interpretando o episódio de forma correta. Muitas vezes, pouco tempo após o conflito, já é possível perceber que a situação não merece tanto desgaste.

  • Respire

Permita-se respirar e buscar equilíbrio. Não negue o problema, não se culpe, apenas reavalie e decida com um pouco mais de calma, o que irá fazer para ter um desfecho favorável.

  • Avalie a situação

Ter autocontrole é um treino importante e ajuda a manter um enfrentamento diante dos conflitos, sem ter de confrontá-los. Por isso, cada episódio de raiva merece ser analisado para entender o que foi que provocou essa emoção, e saber reagir de forma eficaz a ela.

*Com informações de reportagem publicada em 03/05/2019.

Longevidade