PUBLICIDADE

Topo

No supermercado

Um manual para te ajudar a comprar melhor


No supermercado

Queijos brancos têm mais cálcio e lactose: veja como escolher

iStock
Imagem: iStock

Thais Szegö

Colaboração para o VivaBem

17/02/2020 04h00

Poucos alimentos são tão adorados e tão versáteis, já que ele pode ser comido sozinho, faz parte de todos os tipos de receitas e combina com preparações doces e salgadas. E as possibilidades de uso do queijo se multiplicam diante de tantos tipos oferecidos pelo mercado.

Além de ser uma delícia, ele oferece muitos benefícios à saúde, pois é fonte de proteína, cálcio, fósforo e diversas vitaminas, com destaque para a A, B, B12, D e K2. Por causa de tudo isso, muita gente acaba pesando a mão na hora do consumo e isso pode ser um problema, pois algumas variedades são muito ricas em gorduras e sódio.

Quer saber quais são e o que deve ser levado em consideração na hora da compra? A gente conta.

Se o consumo for frequente, aposte nos brancos
Eles são mais saudáveis, pois apresentam menos gordura e mais cálcio. Nesse quesito o cottage e a ricota são os mais indicados, seguidos pelo minas e a mussarela de búfala. Já o provolone, o parmesão e o gorgonzola devem ficar no final da lista.

Para quem tem intolerância à lactose a indicação é a oposta
Isso porque, as bactérias usadas na produção do queijo se alimentam dessa substância, então, quanto mais amarelo e por tabela mais maturado, mais tempo o alimento ficou em contato com esses microrganismos, o que faz com que reste menos lactose. Por isso, existem pessoas com essa característica que podem comer os tipos amarelos sem problemas. Veja a quantidade de lactose em cada tipo de queijo.

Cuidado com o queijo ralado
Ele costuma ser feito com os tipos mais gordurosos do alimento, o que faz com que muita gente acabe ingerindo uma grande quantidade de calorias e gorduras sem se dar conta, pois pesa a mão na hora de colocá-lo no prato.
De olho no rótulo

Na dúvida, compare as tabelas nutricionais
Opte por aqueles com menor quantidade de sódio e gordura, principalmente a saturada, e com mais proteína.

Prefira os produtos embalados a vácuo
A falta de oxigênio desse tipo de embalagem aumenta a durabilidade do alimento, evita a contaminação e impede que o processo de fermentação continue.

Cuidado com os queijos vendidos em bandejas de isopor
Como eles já foram manipulados pelo funcionário do supermercado, as chances de contaminação são maiores. Nesse caso é preciso comprar o alimento apenas em lugares muito higiênicos e checar se a embalagem está intacta.

Informação nutricional

Queijo Minas Frescal

  • Porção 100 gramas
  • Valor energético: 264 kcal
  • Proteínas: 17,4 g
  • Gorduras: 20,2 g
  • Cálcio: 579 mg
  • Sódio: 31 mg

Queijo Parmesão

  • Porção 100 gramas
  • Valor energético: 453 kcal
  • Proteínas: 35,6 g
  • Gorduras: 33,5 g
  • Cálcio: 992 mg
  • Sódio: 1844 mg

Ricota

  • Porção 100 gramas
  • Valor energético: 140 kcal
  • Proteínas: 12,6 g
  • Gorduras: 8,1 g
  • Cálcio: 253 mg
  • Sódio: 283 mg

Gorgonzola

  • Porção 100 gramas
  • Valor energético: 420 kcal
  • Proteínas: 19 g
  • Gorduras: 38 g
  • Cálcio: 190 mg
  • Sódio: 314 mg

Fontes: Gabriel Gavazzi, nutricionista da Estima Nutrição, em São Paulo; e Vivian Mansur, nutricionista da academia Bodytech, unidade Granja Vianna, em São Paulo; TACO (Tabela Brasileira de Composição de Alimentos) da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), 2011.

No supermercado