PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Prefere usar cueca justa ou mais solta? Veja os prós e contras para a saúde

iStock
Imagem: iStock

Marcelo Testoni

Colaboração para o Viva Bem

13/02/2020 04h00

Se você, homem, já foi ao urologista por conta de assaduras e infecções fúngicas na região genital, provavelmente recebeu a recomendação para evitar, pelo menos até a sua recuperação, não só roupas de ginástica e esportivas coladas ao corpo, como cuecas mais justinhas, cavadas e feitas de tecido sintético.

O motivo? Facilitar a transpiração e a ventilação e impedir um superaquecimento que, segundo uma pesquisa não conclusiva publicada no periódico Human Reproduction, poderia ainda estar relacionado ao uso de cuecas justas, reduzindo a produção de espermatozoides, que precisam se manter 2 a 3ºC abaixo da temperatura do corpo de, em média, 37ºC.

Porém, se você nunca teve problemas com cuecas mais justas e faz check-up de rotina, não há com o que se preocupar. "A cueca do tipo sunga, mais justa que a boxer, é recomendada principalmente por gerar uma compressão maior no saco escrotal e deixar os testículos presos, diminuindo as chances de se moverem e sofrer impactos", explica Alex Meller, urologista da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e do Hospital Israelita Albert Einstein (SP).

Aliada em tratamentos e recuperações

Se os testículos estiverem doendo devido a um processo inflamatório, com o balançar provocado pelas atividades diárias eles podem piorar, ficando vermelhos, quentes e inchados pelo aumento do fluxo de sangue.

"Por isso, durante quadros de orquiepididimites [inflamação nos testículos], indicamos também o uso da cueca cavada e mais justa, aliada a anti-inflamatórios, compressas frias e a colocação de um suspensório escrotal, um tipo de bolsa de tecido firme que envolve e protege os testículos", explica Júlio Bissoli, urologista do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Como a sensação de peso na região escrotal costuma estar presente nessas situações, usar esse tipo de cueca de estilo mais tradicional ajudaria a dar um suporte extra, amenizando os sintomas e proporcionando alívio e melhora da tensão e da fadiga do músculo cremaster, responsável por contrair e relaxar os testículos.

Quem está em recuperação de uma cirurgia de vasectomia, hérnia inguinal ou varizes nos testículos (varicocele) também deve usar uma cueca ajustada por cima do suspensório escrotal, principalmente se for caminhar. Combinar esses dois acessórios, segundo os médicos, ajuda a prevenir hidrocele, dores mais intensas e promove uma melhora considerável de circulação, edemas e hematomas.

Cueca ajustada não se compara a protetores

Embora já mencionado que a cueca mais justa ao corpo ofereça sustentação e estabilidade aos testículos, vale lembrar que ela não substitui os protetores escrotais, que são indicados pelos médicos em pós-operatórios ou durante a realização de atividades físicas de ritmo intenso.

No caso de caminhadas e corridas curtas, as cuecas tipo sunga, ou boxer com bojo ergonômico, podem até serem usadas sozinhas, mas para evitar de sentir nos testículos os efeitos de um impacto mais forte dos pés contra o chão, por exemplo, o que resolve melhor é o suspensório.

Porém, nem o suspensório é capaz de blindar o saco de um trauma genital direto, como os ocasionados por boladas e manobras de artes marciais, sendo necessário para a realização de esportes como futebol, vôlei e judô o uso de uma coquilha, que é um suporte de material mais duro para prevenir lesões graves.

Já em se tratando de ciclismo e hipismo, que são praticados sentados, reduzir o tempo dos treinos e priorizar um selim ou uma sela que sejam mais ergonômicos e macios pode evitar o risco de esmagamento e compressão do períneo.

Cuecas ajustadas x cuecas soltinhas

"Cuecas não tão justas, como a boxer, tendem a ser confortáveis e até ajudam a diminuir assaduras, já que não possuem cavas com elásticos e não geram atrito entre as coxas. Porém, em se tratando de estabilizar os testículos, não são as melhores", esclarece Rodolfo Favaretto, urologista pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP (Universidade de São Paulo).

Meller acrescenta ainda que a cueca boxer também pode favorecer o surgimento de fungos, uma vez que seu tecido não encosta na virilha e por isso também não absorve o suor.

Por outro lado, a cueca cavada também exige cuidados para quem gosta de usá-la o dia inteiro ou dormir com ela, pois na glande, popularmente conhecida como a cabeça do pênis, existem glândulas que produzem secreções e transpiram. Se você usar uma cueca mais laceada e feita de tecido natural, como algodão, ela garante a absorção e deixa arejado, porém se for de tecido sintético e o elástico da cava apertar muito a pele, a região pode ficar quente e úmida, favorecendo alergias e infecções.

O lado bom para quem dorme com uma cueca mais ajustada é a possibilidade de uma noite de sono mais tranquila. Como os homens geralmente têm ereções involuntárias por se mexerem na cama e se esfregar nos lençóis, estando com uma cueca mais justinha é possível ter estímulos, mas sem correr o risco de despertar por alguma posição incômoda do pênis.

Saúde