PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Ocultar suas emoções pode levar ao aumento de inflamação, diz estudo

iStock
Imagem: iStock

De Viva Bem

07/02/2020 11h33

Um estudo recente mostrou que esconder emoções pode realmente causar impactos físicos e mentais negativos. Publicado na Psychosomatic Medicine, a pesquisa mostrou, por exemplo, que suprimir a dor pode causar inflamações, devido à alteração do funcionamento do sistema imunológico, e gerar aumento do risco de doença cardiovascular.

Os pesquisadores da Rice University estudaram um grupo de 99 pessoas que haviam sofrido recentemente a perda de um cônjuge. Os participantes avaliaram, em uma escala de 1 a 7, a concordância com as afirmações sobre certas estratégias de enfrentamento. (Por exemplo, eles foram convidados a concordar ou discordar de uma afirmação dizendo: "Quando estou diante de uma situação estressante, penso em uma maneira que me ajuda a manter a calma".)

Enquanto isso, eles tiveram seu sangue coletado para que fosse possível medir os níveis de marcadores inflamatórios chamados citocinas."A inflamação corporal está ligada a uma série de condições negativas de saúde, incluindo problemas cardiovasculares graves, como derrame e ataque cardíaco", explicou Christopher Fagundes, professor associado de psicologia da Rice e principal pesquisador do grupo.

Os pesquisadores determinaram que as pessoas que geralmente evitavam expressar suas emoções sofriam mais inflamação corporal do que aquelas que expressavam suas emoções livremente.

"Essas descobertas realmente destacam a importância de reconhecer as emoções após a morte de um cônjuge, em vez de reprimi-las", disse Fagundes.

Trabalhos futuros da equipe examinarão as características de pessoas que não têm problemas consideráveis e prolongados de saúde física e mental aos seis meses e um ano após a morte de um cônjuge.

Os pesquisadores disseram que expressar emoções imediatamente após a perda pode promover melhores resultados de saúde física e mental. No entanto, após um certo período de tempo, se alguém ainda o faz, pode refletir graves e prolongados problemas de saúde mental e física, disseram eles.

Saúde