PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Seu tipo sanguíneo pode ter a ver com o risco de ter trombose ou embolia

Do VivaBem, em São Paulo

26/01/2020 13h52

Pessoas com tipos sanguíneos A e B podem ter riscos maiores de desenvolver coágulos perigosos em comparação com pessoas que têm sangue tipo O, sugere um novo estudo.

Pesquisas anteriores mostraram uma ligação provável entre doença cardíaca e o gene ABO que existe em pessoas com tipos sanguíneos A, B ou AB, mas não em pessoas com sangue tipo O. Um estudo preliminar de 2017 mostrou que pessoas com o gene ABO correm maior risco de ter um ataque cardíaco em períodos de poluição do ar pesada.

O novo estudo foi feito com mais de 400 mil pessoas e publicado na última quinta-feira (23) na revista Arteriosclerosis, Thrombosis and Vascular Biology da American Heart Association (Associação Americana do Coração). Os pesquisadores descobriram que, em comparação com pessoas com sangue tipo O, aquelas com tipos A ou B tiveram um risco 8% maior de ter um ataque cardíaco e 10% maior de sofrer de insuficiência cardíaca.

Mas a maior diferença tinha a ver com coágulos nas veias. Comparados às pessoas com sangue tipo O, os indivíduos dos grupos tipo A e B tiveram 51% mais chances de desenvolver trombose venosa profunda e 47% mais chances de desenvolver embolia pulmonar.

Trombose venosa profunda —coágulos que geralmente aparecem na perna— e embolia pulmonar —quando um coágulo viaja para os pulmões— são duas das doenças vasculares mais comuns que existem. Ter sangue tipo A ou B, no entanto, reduziu o risco de ter pressão alta em 3% em comparação com aqueles com sangue tipo O.

"As descobertas podem ter implicações para a medicina personalizada", disse Hilde Groot, principal autora do estudo.

No entanto, vale ressaltar que o estudo foi limitado porque os pesquisadores excluíram pessoas com sangue do tipo AB devido ao seu pequeno número em comparação com outros tipos de sangue. Além disso, faltou determinar as razões (causa e efeito) pelas quais as pessoas com esse ou aquele tipo de sangue têm maior risco de desenvolver trombose ou hipertensão, o que sugere que os especialistas devem continuar investigando.

Portanto, não se desespere se você tem sangue do tipo A ou B. Todo mundo pode diminuir o risco de doenças cardiovasculares mantendo-se em um peso saudável, tendo uma alimentação balanceada e exercitando-se regularmente.

Saúde