PUBLICIDADE

Topo

Equilíbrio

Cuidar da mente para uma vida mais harmônica


Equilíbrio

Estresse realmente deixa os cabelos brancos, comprova estudo inédito

Quando assumiu a presidência dos Estados Unidos, Barack Obama tinha menos cabelos brancos - J. Scott Applewhite/AP; J. C. Lendemer e Pablo Martinez Monsivais/AP
Quando assumiu a presidência dos Estados Unidos, Barack Obama tinha menos cabelos brancos Imagem: J. Scott Applewhite/AP; J. C. Lendemer e Pablo Martinez Monsivais/AP

Gabriela Ingrid

Do VivaBem, em São Paulo

22/01/2020 15h00Atualizada em 27/01/2020 12h03

A relação entre o estresse e o aparecimento de cabelos brancos não é exatamente uma novidade. Existe inclusive uma lenda envolvendo Maria Antonieta e sua decapitação: na noite anterior à execução na guilhotina, os cabelos da ex-rainha da França embranqueceram. A explicação para essa conexão entre a cor dos fios e o emocional, entretanto, só foi comprovada pela ciência em um estudo publicado nesta quarta-feira (22), no periódico Nature.

A pesquisa foi realizada por cientistas de Harvard com participação do brasileiro Thiago Mattar Cunha, professor da FMRP-USP (Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo) e pesquisador do Crid (Centro de Pesquisa em Doenças Inflamatórias) da FMRP-USP, órgão criado com financiamento da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo).

Antes do estudo, os cientistas já sabiam que seres humanos ou animais que estavam sob estresse tinham uma ativação no sistema nervoso autônomo simpático. Esse sistema é responsável por induzir nossas reações à luta e à fuga. Ele aumenta a frequência cardíaca, a circulação sanguínea nos músculos e aumenta a sudorese, por exemplo.

Testes com camundongos mostraram que, quando ativado, esse sistema também libera noradrenalina. O neurotransmissor esgota as células-tronco presentes no bulbo capilar e responsáveis pela coloração do fio, deixando os cabelos brancos. "No bulbo capilar tem uma célula-tronco que produz melanina e que se autorrenova. Nós mostramos que a noradrenalina faz com que essa célula se diferencie e não volte ao seu estado normal, ou seja, aquela fonte de células que produzem melanina se esgota", disse Cunha, em entrevista ao VivaBem.

Sistema nervoso e cabelo

A interação entre o sistema nervoso e as células-tronco de melanócitos causa estranhamento, até para os cientistas. Afinal, o que os nervos têm a ver com o cabelo? A teoria até que é simples e talvez a explicação seja uma habilidade conservada durante a evolução.

Será que Maria Antonieta realmente ficou com os cabelos brancos antes de ser decapitada? - Divulgação
Será que Maria Antonieta realmente ficou com os cabelos brancos antes de ser decapitada?
Imagem: Divulgação
Segundo os pesquisadores, cefalópodes como lulas e polvos têm sistemas sofisticados de coloração que permitem a mudança de cor para camuflagem ou comunicação.

"As atividades neuronais controlam suas células produtoras de pigmentos, permitindo mudanças rápidas de cores em resposta a predadores ou ameaças", escreveram no estudo, detalhando a semelhança com o que ocorre nos humanos.

Fios brancos do envelhecimento

Ao envelhecer, os cabelos também ficam brancos, ou seja, as células-tronco de melanócitos também sofrem diferenciação com a idade. Mas não há um estresse agudo que explique essa reação. "Não sabemos ainda se o sistema nervoso está envolvido na produção de cabelos brancos em relação ao envelhecimento, isso está em aberto ainda", diz Cunha.

Já que algumas dúvidas persistiram, os pesquisadores desejam continuar o estudo. "No futuro, será interessante investigar se os mecanismos que descobrimos aqui também contribuem à perda de células-tronco durante o envelhecimento, e se o estresse em si pode imitar um processo acelerado de envelhecimento", escreveram.

VivaBem no Verão - 2ª edição

O VivaBem está no litoral paulista com o VivaBem no Verão. São dois espaços na Riviera de São Lourenço (Bertioga) com diversas opções de atividades físicas, lazer, cultura e comidas para você curtir o calor com a família ou os amigos. Saiba mais sobre o evento aqui e venha nos visitar!

Data: de 26 de dezembro de 2019 até o dia 09 de fevereiro de 2020, de quinta a domingo
Horário de funcionamento: das 9h até as 13h (praia) e das 17h até a 1h (arena)
Endereço arena: Av. Riviera, s/n, próximo ao shopping
Local do espaço na praia: canto direito da praia de Riviera de São Lourenço
Entrada: gratuita

Equilíbrio