PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Estudo: remédio barato pode aliviar resistência ao tratamento da leucemia

Pedro Ventura/Agência Brasília
Imagem: Pedro Ventura/Agência Brasília

Do VivaBem, em São Paulo

18/01/2020 17h14

Um estudo publicado no periódico EMBO Molecular Medicine mostrou que um medicamento comum e barato pode ser usado para combater a resistência ao tratamento em pacientes com leucemia.

O trabalho científico foi realizado em ratos, mas os cientistas se dizem otimistas com os resultados. Isso porque, os próximos passos é fazer exames clínicos para testar a terapia em humanos.

A leucemia é um tipo de câncer que afeta o sangue ou, para ser mais específico, os leucócitos, também chamados de glóbulos brancos, responsáveis pela defesa do nosso organismo contra infecções.

Atualmente, é o 9º tipo de câncer mais comum entre homens e o 11º entre as mulheres no Brasil. É também o tipo mais frequente em crianças e adolescentes. Nos Estados Unidos, a doença afeta mais de 20 mil pessoas a cada ano, com uma taxa de mortalidade alta.

Respostas ao medicamento

Uma das medicações mais usadas para tratar a doença é a citarabina (ara-CTP), um remédio usado na quimioterapia e que interfere na replicação do DNA. No entanto, muitos pacientes não respondem bem à terapia.

Segundo os cientistas, isso acontece porque as células leucêmicas possuem altos níveis de SAMHD1, enzima que decompõe uma molécula ativa da citarabina. Depois de inúmeras pesquisas, os médicos criaram uma estratégia para melhorar o tratamento e inibir essa molécula.

Como o estudo foi feito

  • Os cientistas testaram o impacto de mais de 33 mil substâncias diferentes da enzima SAMHD1.
  • O experimento levou à identificação de três substâncias diferentes que reduziram a capacidade da enzima desativar o ara-CTP.
  • As substâncias encontradas foram hidroxiureia, gemcitabina e triapina que agem para desativar a citarabina.
  • Os pesquisadores também observaram uma sobrevida maior em camundongos.

"A adição de qualquer uma dessas três substâncias melhorou significativamente o efeito do tratamento com citarabina em amostras de células com altos níveis de SAMHD1", diz Nikolas Herold, um dos autores do estudo.

"Se nossos resultados de pesquisa puderem ser confirmados em ensaios clínicos, o tratamento da LBC pode ser significativamente melhorado também nos países em desenvolvimento, com recursos limitados, já que a hidroxiureia é livre de patentes e não custa mais que o ibuprofeno", ressalta Herold.

A equipe deseja ainda avançar com as pesquisas e pretende começar a testar o medicamento em pacientes em poucas semanas.

VivaBem no Verão - 2ª edição

O VivaBem está no litoral paulista com o VivaBem no Verão. São dois espaços na Riviera de São Lourenço (Bertioga) com diversas opções de atividades físicas, lazer, cultura e comidas para você curtir o calor com a família ou os amigos. Saiba mais sobre o evento aqui e venha nos visitar!

Data: de 26 de dezembro de 2019 até o dia 09 de fevereiro de 2020, de quinta a domingo
Horário de funcionamento: das 9h até as 13h (praia) e das 17h até a 1h (arena)
Endereço arena: Av. Riviera, s/n, próximo ao shopping
Local do espaço na praia: canto direito da praia de Riviera de São Lourenço
Entrada: gratuita

Saúde