PUBLICIDADE

Topo

Comer duas maçãs por dia melhora saúde cardiovascular, diz estudo

A ingestão de duas maçãs por dia traz benefícios para a saúde - Getty Images
A ingestão de duas maçãs por dia traz benefícios para a saúde Imagem: Getty Images

Do VivaBem, em São Paulo

16/12/2019 15h59

Já diziam as vovós: comer uma maçã por dia é garantia de manter o médico longe. Agora, um novo estudo afirma que o consumo de duas maçãs inteiras pode ajudar a reduzir o nível de colesterol e os riscos de doenças do coração.

Publicada no American Journal of Clinical Nutrition, a pesquisa foi realizada por especialistas da University of Reading em colaboração com a Fondazione Edmund Mach Institute da Itália. Os times descobriram que os polifenóis contidos nas maçãs ajudaram na redução do colesterol ruim.

A substância também foi tida como responsável por deixar os vasos sanguíneos mais relaxados e com marcadores positivos indicando que estavam saudáveis - algo observado também após a ingestão de outros alimentos com polifenóis, como vinho tinto e chá.

Uma das possibilidades é que a ingestão de fibras estimule as bactérias do intestino a produzir substâncias que ajudariam no controle do colesterol no fígado. No entanto, os cientistas reforçaram que mais ensaios clínicos randomizados, com controle adequado, precisam ser feitos para confirmar os dados e explorar os mecanismos.

Como o estudo foi feito?

  • os 40 participantes, entre homens e mulheres, tinham entre 29 e 69 anos com uma taxa moderada de colesterol;
  • o estudo utilizou maçãs do tipo Renetta Canada, consideradas ricas em um tipo de polifenol chamado de proantrocianidina, conhecidas por combaterem os radicais livres;
  • os participantes foram então divididos em dois grupos: um deles foi orientado a consumir duas maçãs inteiras (com casca) por dia inteiras por oito semanas e, após uma pausa de quatro semanas, foram orientados a beber 500 ml de suco de maçã (equivalente em açúcar e calorias) por mais oito semanas;
  • o segundo grupo fez o contrário: iniciou com o consumo de suco de maçã e depois a introdução do consumo da fruta in natura;
  • os médicos notaram então que, ao introduzir o consumo da fruta, o risco de doença cardiovascular caiu em 4%, enquanto o índice de colesterol "ruim" também apresentou queda;
  • eles também notaram uma melhora nos indicadores de saúde dos vasos sanguíneos (como a vasodilatação) após o consumo das maçãs.


Por que isso é importante?

Embora a diferença vista seja pequena e pacientes devam continuar tomando seus medicamentos para colesterol e problemas cardiovasculares, a ingestão de maçãs pode ajudar esses pacientes a reduzirem suas taxas — um fator de risco para problemas como infarto e AVC.

Os cientistas querem agora descobrir se esse efeito benéfico pode ser conseguido de forma acumulativa, ou seja, com o consumo dessa quantidade de fruta durante um longo período.