Topo

Sem Frescura: deixar a escova na pia faz com que ela fique cheia de cocô?

Gabriela Ingrid

Do VivaBem, em São Paulo

25/11/2019 04h00

Você pode ver esse programa com legendas no Youtube de VivaBem.

Você acorda pela manhã, vai até o banheiro, olha para a pia e a sua escova de dentes está lá, livre, leve, solta e pronta para limpar os seus preciosos dentinhos.

O problema é que, dependendo de como ela foi guardada, ela pode mais sujar do que limpar a sua boca. Por exemplo: se você deixa ela largada de qualquer jeito sobre a pia, ela pode receber respingos quando alguém for lavar a mão após fazer suas necessidades.

Isso fica ainda mais grave caso o seu banheiro seja pequeno e a pia fique próxima da privada. Neste caso, se você der descarga com a tampa levantada pode até mesmo depositar coliformes fecais na escova, se ela estiver ali, largada.

E tudo que a gente menos quer é levar cocô para a boca, não é mesmo?

As escovas, de forma geral, sempre terão algum grau de contaminação por microorganismos e isso é normal. O problema é quando o nível de contaminação vai além do desejável. Para evitar que isso aconteça, o ideal é a gente tomar alguns cuidados.

Especialistas, por exemplo, recomendam que a escova seja guardada na vertical e sempre sejam limpas e secas após o seu uso. Isso evita que fungos se proliferem pelo objeto e acabem sendo levados para a sua boca.

Utilizar um porta escovas também é algo útil, de preferência aqueles individuais. Assim, não há contato com a escova de outras pessoas, o que pode causar uma contaminação cruzada entre os objetos.

De tempos em tempos, também é legal limpar a sua escova com hipoclorito de sódio, que tem ação bactericida. Só não se esqueça de lavar bem com água antes de usar ela novamente, viu?

Ah, e não fique com a mesma escova por muito tempo. O ideal é que ela seja trocada periodicamente, entre três e quatro meses, mas isso tem mais a ver com a eficiência da escovação do que com a contaminação por bactérias.

Então já sabe: se você não quer levar um monte bichinhos do mal para a sua boca quando for escovar os dentes, trate de guardar direito a sua escova.

As informações do vídeo foram reunidas com a ajuda de Jorge Luiz Mello Sampaio, microbiologista do Fleury Medicina e Saúde; Michelle Zicker, Infectologista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo; Ícaro Boszczowski, infectologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

O roteiro é de Rodrigo Lara.

Acompanhe as informações do Sem Frescura toda segunda-feira, porque dá para ser saudável sem frescura.

Sem Frescura