PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Estudo sobre gravidez superior a 40 semanas é cancelado após 6 bebês mortos

Estudo sobre gravidez superior a 40 semanas é cancelado após 6 bebês mortos - iStock
Estudo sobre gravidez superior a 40 semanas é cancelado após 6 bebês mortos Imagem: iStock

Do VivaBem, em São Paulo

28/10/2019 18h34

A Suécia cancelou um estudo sobre mulheres cuja gravidez continuou depois das 40 semanas (ou nove meses). O motivo para o cancelamento ocorreu depois da morte de seis bebês.

Segundo informações do jornal britânico "The Guardian", o estudo foi interrompido um ano atrás, após se registrar o nascimento de cinco bebês nados-mortos — ou seja, aqueles que já nasceram sem sinais vitais— e uma morte prematura entre mães autorizadas a continuar a gravidez até a semana 43.

"Nós acreditamos que não seria eticamente correto prosseguir com o estudo", disseram os pesquisadores através de comunicado.

Ainda de acordo com o "Guardian", não há consenso internacional sobre como gerenciar gestações saudáveis com duração superior a 40 semanas, embora seja geralmente aceito que haja um risco aumentado de efeitos adversos tanto para mãe quanto para bebê além das 41 semanas.

Liderado pelo hospital universitário de Sahlgrenska, em Gotemburgo, na Suécia, o estudo começou a pesquisar 10 mil mulheres em 14 hospitais. As mulheres que estavam na 40ª semana de gravidez foram convidadas a participar do estudo e divididas aleatoriamente em dois grupos.

Saúde