Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Professora usa balão para ensinar alunos a limpar bumbum; tem jeito certo?

Crianças aprendem hábitos de higiene com professora - Reprodução/Instagram
Crianças aprendem hábitos de higiene com professora Imagem: Reprodução/Instagram

Gabriela Ingrid

Do VivaBem, em São Paulo

17/10/2019 17h40

Um vídeo que circulou pela internet na semana passada mostrava uma cena um tanto quanto inédita. Uma professora, com duas bexigas amarradas na cadeira, simulando duas nádegas, ensinava os alunos a se limparem após irem ao banheiro. Na imagem, três crianças assistem atentamente à tática da docente.

Apesar de causar estranhamento (e risadas), o vídeo é útil, principalmente para quem está na fase de aprender hábitos de higiene. Afinal, se ninguém ensinar, como saberemos qual o jeito certo? Pois é, existe sim uma maneira correta de limpar o bumbum —e ela não inclui o papel higiênico.

Mesmo sendo o método mais famoso, os especialistas afirmam que usar papel higiênico é a tática de limpeza menos eficiente. Além de não limpar completamente a área, ele deixa restos de fezes na pele e nos pelos.

Esses restos de coliformes fecais são ainda mais perigosos para as mulheres, já que a vagina fica próxima ao ânus. Se entrarem em contato com o órgão sexual, as bactérias podem causar infecção urinária e vulvovaginite.

Dependendo do jeito que o papel for usado, ele também pode machucar a pele, causando fissuras e sangramentos.

Na verdade, o jeito certo de limpar o ânus é lavá-lo, durante um banho ou usando um bidê. O ideal é só passar uma água, já que o sabonete pode causar irritação ou secar a pele. Depois disso, vale usar o papel higiênico para secar a área.

Mas como nem sempre é possível ter um chuveiro disponível, o uso de lenços umedecidos é indicado. O sentido correto é o mesmo ensinado pela professora do vídeo: de frente para trás. No caso das mulheres, usar o lenço no sentido oposto da vagina é essencial para evitar a contaminação de bactérias.

Fontes: Marcos Tacconi, proctologista do hospital Alemão Oswaldo Cruz, Maria Elisa Noriler, ginecologista do hospital municipal maternidade escola de Vila Nova Cachoeirinha, Magda Exposito, dermatologista, e Lidia Joo Myung, ginecologista da Beneficência Portuguesa de São Paulo. Todos consultados em matéria do dia 15/10/18.

Podcasts do UOL
Ouça o podcast Maratona, em que especialistas e corredores falam sobre corrida. Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Saúde