Topo

Sem Frescura


Sem Frescura: beijar meus bichinhos de estimação pode me trazer doenças?

Gabriela Ingrid

Do VivaBem, em São Paulo

14/10/2019 04h00Atualizada em 14/10/2019 15h28

Você pode ver esse programa com legendas no Youtube de VivaBem.

Se você convive com cães e gatos é muito difícil passar um dia sem levar uma lambida ou ainda agarrar o seu pet. Algumas pessoas, inclusive, chegam a dormir com o bichinho na cama e até tomar banho juntos. Mas será que ter esse contato tão próximo com os seus amigões podem te deixar doente?

A resposta é: depende. Considerando que tanto o seu animal de estimação quanto você estejam com a saúde em dia, o risco de doenças é extremamente pequeno. Dar um beijinho no seu cachorro ou no seu gato pode, sim, ocasionar a troca de bactérias entre as partes envolvidas. Em uma situação normal, no entanto, isso não acarretará problema algum.

Já em casos muito raros, a bactéria Capnocytophaga canimorsus pode causar uma infecção grave chamada sepse. Como eu falei, é algo bem raro e geralmente envolve uma série de fatores, como baixa imunidade.

Há estudos, inclusive, que mostram que crianças que convivem com cachorros e gatos nos primeiros anos de vida têm chance menor de desenvolver problemas respiratórios. E fortalecem o seu sistema imunológico.

Em todo caso, o ideal é ter bom senso. Pessoas com ferimentos, que fizeram tatuagem recentemente ou passando por tratamentos como quimioterapia devem evitar contatos com animais. Da mesma forma, quem já tem problemas respiratórios como asma tende a sofrer com os pelos dos bichinhos

Também é importante dizer que nada disso vale para contato com fezes e urina desses animais, né? Então é bom deixar o banheiro do seu amigo peludo bem longe de crianças pequenas.

Tirando essas situações específicas, pode aproveitar a companhia do seu pet sem medo nenhum de ficar doente!

As informações do vídeo foram reunidas com a ajuda de Rodrigo Contreras, infectologista do Hospital Santa Isabel - SP; João Prats, infectologista da BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo.

O roteiro é de Rodrigo Lara.

Acompanhe as informações do Sem Frescura toda segunda-feira, porque dá para ser saudável sem frescura.

Sem Frescura