Topo

Tudo sobre Alzheimer

Sintomas e tratamentos da doença


Tudo sobre Alzheimer

Vanusa está internada com suspeita de Alzheimer; conheça sintomas

Vanusa está internada em São Paulo em tratamento para depressão; ela fará testes para investigar se sofre de Alzheimer - Thyago Andrade/Brazil News
Vanusa está internada em São Paulo em tratamento para depressão; ela fará testes para investigar se sofre de Alzheimer Imagem: Thyago Andrade/Brazil News

Do UOL VivaBem, em São Paulo

10/10/2019 12h02

A cantora Vanusa fará testes confirmar um possível diagnóstico de Alzheimer. A notícia foi revelada pelo filho dela, Rafael Vanucci, em entrevista ao jornal Extra.

Vanusa está internada em São Paulo tratando um quadro de depressão. Ela assumiu a doença em 2009 e vem se tratando regularmente desde então. Em meio aos cuidados, os médicos suspeitaram de que ela possa sofrer de Alzheimer.

De acordo com Rafael, Vanusa está bastante debilitada. "Ela emagreceu 30 kg. Então, todo tratamento que é feito com ela é feito muito devagar, com calma, porque ela está bem magrinha, com 72 anos e debilitada", contou.

Doença apresenta piora progressiva

O Alzheimer se manifesta pelo declínio lento e progressivo das funções cognitivas — ou seja, da memória, da atenção, da linguagem e da orientação. É um processo degenerativo progressivo que vai evoluindo e se tornando grave, causando problemas de mobilidade e cognição que podem resultar na incapacidade total dos pacientes em exercerem atividades cotidianas simples, como comer e se vestir sozinhos, ou até lembrar de nomes e do endereço onde moram*.

Dados do Ministério da Saúde indicam que a prevalência do Alzheimer, considerado uma variação da demência, em pessoas com 65 anos ou mais é de 11,5%. A Associação Brasileira de Alzheimer indica que há 1,2 milhão de brasileiros convivendo com a doença. No entanto, é importante lembrar que ter demência não é sinônimo de ter Alzheimer.

10 sinais de alerta

  • Problema de memória que chega a afetar as atividades e o trabalho
  • Dificuldade para realizar tarefas habituais
  • Dificuldade para se comunicar (as palavras às vezes "fogem")
  • Desorientação no tempo e no espaço
  • Diminuição da capacidade de juízo e de crítica
  • Dificuldade de raciocínio
  • Colocar coisas no lugar errado, muito frequentemente
  • Alterações frequentes do humor e do comportamento
  • Mudanças na personalidade
  • Perda de iniciativa para fazer as coisas

Cuidadores também precisam de ajuda

O quadro leva a mudanças de comportamento que podem tornar a convivência com outros familiares bastante difícil. Por isso, os especialistas recomendam buscar informações sobre a doença para entender melhor o diagnóstico e as fases de evolução da doença. Dessa forma, é possível se preparar para lidar com as situações que aparecerão dali em diante.

É importante também manter uma atitude compreensiva e ser paciente com a pessoa com Alzheimer. Por exemplo, eles vão perguntar a mesma coisa várias vezes - a memória recente é uma das mais afetadas pela doença e, por isso, eles não se lembram de ter perguntado ou falado algo anteriormente.

*Com informações de matéria publicada em 02/02/2019.

Mais Tudo sobre Alzheimer