Topo

Movimento

Inspiração pra fazer da atividade física um hábito


Movimento

Quer deixar o sedentarismo? Estudo diz que passar mais tempo em pé já ajuda

iStock
Imagem: iStock

Do VivaBem, em São Paulo

08/09/2019 12h23

Uma pesquisa publicada no periódico Plos One na sexta-feira (6) revelou que passar mais tempo em pé ajuda a combater os efeitos negativos à saúde de um estilo de vida sedentário. Segundo o estudo, pessoas que passam seis horas do dia em pé queimam 45 kcal mais do que as que passam esse tempo deitadas ou sentadas.

"Se tomarmos medidas para combater o sedentarismo, fazendo pequenas mudanças no estilo de vida, como passar mais tempo em pé, podemos reduzir o risco de desenvolver doenças como obesidade ou diabetes tipo 2", diz Francisco J. Amaro-Gahete, principal autor do artigo.

O estudo observou 53 adultos, que foram classificados em dois tipos: "poupadores" e "gastadores" de energia, dependendo da quantidade de gasto de energia que consumiram ao passar de sentado ou deitado para ficar em pé. Os poupadores consomem muito pouca energia em suas atividades e, portanto, a diferença entre sentar, deitar ou ficar em pé é praticamente nula para eles. "Mas os gastadores de energia consomem aproximadamente 10% mais energia quando passam de sentado ou deitados para ficar em pé", explica Amaro.

Como ficar mais em pé

O estudo sugere que, se você trabalha em um escritório, por exemplo, o uso de mesas de altura ajustável facilitam o movimento. "É realmente importante mudar de posição", comenta Jonatan Ruiz, outro pesquisador.

De acordo com Ruiz, se uma pessoa se levantar, dar 10 passos e se sentar novamente, os efeitos de um estilo de vida sedentário seriam bastante reduzidos. "Devemos educar nossas crianças e jovens, bem como professores, sobre a importância de evitar longos períodos de tempo sentados, para reduzir consideravelmente as consequências negativas de um estilo de vida sedentário, como excesso de peso e obesidade ou o risco de desenvolver doenças cardiovasculares", sugere.