Topo

Equilíbrio

Cuidar da mente para uma vida mais harmônica


Equilíbrio

Carioca perde 11 kg e mostra transformação; veja 5 táticas que ele adotou

O humorista Carioca fez uma montagem com uma foto do início do ano, quando pesava 100 kg, e outra após perder 11 kg - Arquivo pessoal
O humorista Carioca fez uma montagem com uma foto do início do ano, quando pesava 100 kg, e outra após perder 11 kg Imagem: Arquivo pessoal

Giulia Granchi

Do UOL VivaBem, em São Paulo

29/07/2019 14h03

Após férias em Arraial d'Ajuda, na Bahia, o humorista Márvio Lúcio, conhecido como Carioca, aproveitou para fazer uma montagem com uma foto atual correndo na praia e outra do início do ano, que mostra a incrível transformação no seu corpo após ter perdido 11 kg, sendo 10,5 kg de gordura corporal e apenas 500 gramas de massa magra.

Em abril deste ano, Carioca pesava 100 kg, estava com resultados de exames alterados. Por isso, decidiu iniciar um tratamento para perder gordura e aprender a se alimentar melhor, na Clínica 12 Semanas, comandada por sua esposa Paola Machado, que é fisiologista do exercício formada em educação física modalidade em saúde pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e colunista do UOL VivaBem.

Ao final do período de três meses, além de ter mudado completamente os hábitos, ele teve resultados excelentes. Confira, abaixo, 5 atitudes que o ajudaram a conquistar um novo corpo e forma de pensar:

1. Criou uma rotina

Os horários bagunçados de sua rotina, pouca reflexão e preferências alimentares por alimentos processados e embutidos prejudicavam o emagrecimento do apresentador.

De acordo com Samantha Rhein, nutricionista da Clínica 12 Semanas, inicialmente, o trabalho foi introduzir uma rotina alimentar, com horários -- ou pelo menos intervalos -- certos para realizar as refeições, associando também um maior tempo para sua realização e maior atenção com relação ao alimento que escolheria e consumiria.

"Outro ponto bastante importante foi melhorar a qualidade alimentar, buscando restrição calórica sem provocar descontrole noturno (uma questão bastante presente), e sem a necessidade de limitar se exclusivamente a um cardápio fechado", explica.

2. Seguiu um cardápio individualizado

De nada adianta seguir uma rotina alimentar com vários alimentos que não gostamos.

Para que a mudança do apresentador fosse efetiva, ele precisou aprender a fazer boas escolhas alimentares, a planejar as refeições e entender o que de fato gosta de comer e é saudável -- tudo com a ajuda da nutricionista.

3. Enfrentou os treinos que não gostava de fazer

Carioca não escondia de ninguém que treinar não era lá sua praia. Mesmo assim, ele assumiu a responsabilidade de praticar exercícios para que a massa muscular fosse preservada.

De acordo com Leandro Fernandes, profissional de educação física da Clínica 12 Semanas e doutor pela Unifesp, ele montou treinos curtos como estratégia para não deixar o aluno entediado. "Conforme seu corpo foi respondendo aos novos estímulos, ele foi pegando gosto e hoje até sente falta quando não pode se exercitar por algum motivo", conta.

4. Observou comportamentos de outras pessoas

Paola conta que, em determinado momento do tratamento, pede para seus pacientes observarem uma pessoa com quem convivem, anotando o que acham que ela faz de errado e o que faz certo.

"Assim consigo entender o que é apropriado ou não para emagrecer na visão do paciente --e muitas vezes as pessoas estão equivocadas na sua visão de estilo de vida saudável", explica.

De acordo com a fisiologista, com o exercício, Márvio foi capaz de perceber quantidade e rapidez com que as pessoas comem, além da falta de atenção, pontos importantes para alterar sua própria rotina.

5. Adotou desafios acumulativos

Para deixar a rotina menos monótona, Carioca seguiu alguns desafios durante as 12 semanas.

Entre eles, estava o de enviar fotos de todas as refeições para que a equipe conseguisse auxiliá-lo, usar escadas em vez de o elevador qualquer lugar que ele fosse, independentemente do número de andares, e cumprir um tempo mínimo para fazer cada refeição; já que consumia os alimentos extremamente rápido -- em no máximo 10 minutos.