Topo

Equilíbrio

Cuidar da mente para uma vida mais harmônica


Equilíbrio

Bipolaridade gera surtos, como em caso da mulher que empurrou pe. Marcelo?

O transtorno bipolar gera oscilações de humor  - Reprodução
O transtorno bipolar gera oscilações de humor Imagem: Reprodução

Priscila Carvalho

Do UOL VivaBem, em São Paulo

15/07/2019 18h54

A cena do padre Marcelo Rossi sendo empurrado do altar por uma mulher, no último domingo (14), chocou muita gente. Na delegacia, a agressora, que não teve seu nome divulgado pela polícia, alegou sofrer de transtorno bipolar e disse ter cometido o ato pois sofrer um surto e ficar fora de si.

Segundo Rodrigo Martins Leite, psiquiatra e diretor dos ambulatórios do Instituto de Psiquiatria da USP (Universidade de São Paulo), quem tem a condição apresenta períodos de oscilação de humor que, normalmente, duram semanas. A pessoa pode apresentar sintomas de euforia, aceleração, irritabilidade ou depressão. No entanto, quando recebe tratamento psiquiátrico (como a mulher revelou receber), dificilmente comete atos tão agressivos de forma inconsciente.

Fases do transtorno bipolar e tratamento

Indivíduos que sofrem com o problema podem apresentar novos episódios da doença, mesmo em tratamento. No geral, sintomas depressivos duram em média até duas semanas. Além desses, é comum alterações de sono e apetite, pensamentos pessimistas e suicidas.

Em casos graves, a condição afeta a vida social e profissional da pessoa a ponto de ter que interromper ou se afastar de algumas atividades básicas do dia a dia. Embora não haja cura é possível tratar o transtorno bipolar por meio de remédios e psicoterapia.