Topo

Como emagreci

Histórias inspiradoras de quem mudou a silhueta


Como emagreci

"Perdi 12 kg para entrar em vestido, ganhei saúde e virei fisiculturista"

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Priscila Carvalho

Do UOL VivaBem, em São Paulo

14/03/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Ana Etz, 21 anos, foi uma adolescente acima do peso e chegou a 62 kg
  • Ela tinha o sonho de estar com a forma física perfeita na sua festa de debutante
  • Para atingir seu objetivo, mudou de hábitos e começou a se alimentar bem e fazer exercícios
  • Após alcançar a meta, ela manteve as atitudes saudáveis, ganhou saúde, disposição e se apaixonou pelo fisiculturismo
  • A seguir, Ana conta como emagreceu

"Eu tinha 14 anos quando decidi a mudar minha alimentação e iniciar atividade física. O foco foi minha festa de 15 anos, já que estava infeliz com o meu corpo.

Mas a questão não era apenas estética, estava muito acima do peso para uma adolescente: pesava cerca de 63 kg e tinha em torno de 30% de gordura corporal.

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal
Nunca fui de fazer exercícios --mesmo minha mãe tendo uma personal trainer -- e sempre me alimentei mal. Consumia muitas besteiras e coisas gordas. Comia duas barras de chocolate e tomava um litro de refrigerante praticamente todos os dias. Por causa do excesso de doce, cheguei a ficar hipoglicêmica (devido ao efeito 'rebote').

Então, para realizar meu sonho de entrar no vestido de debutante ideal e aproveitar ao máximo aquele momento, comecei a praticar atividade física com a ajuda do treinador da minha família.

Iniciei com aulas de jump, porque não gostava de musculação, e quando a festa foi se aproximando iniciei os exercícios com peso duas vezes por semana. Também coloquei no cardápio coisas magras como queijo, iogurte natural e comida de verdade.

Depois de sete meses treinando, consegui atingir meu objetivo e perdi cerca de 12 kg. Pude entrar no meu vestido e estar de bem com meu corpo na minha festa de debutante. Mas os resultados e os hábitos saudáveis foram além do dia do meu aniversário.

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal
Comecei a ficar com o corpo bem definido e os ganhos no treino me deixaram muito feliz. Também passei a ter mais disposição para fazer as coisas. Comer de maneira saudável também foi se tornando algo natural e, aos poucos, os doces deixaram de ter um papel importante na minha vida.

Mas, com 17 anos, fui fazer um intercâmbio na Austrália, onde fiquei por quase um ano. Engordei mais de 10 kg e acabei perdendo tudo que havia mudado no meu corpo. Quando voltei ao Brasil, decidi recuperar aquela forma física bacana e voltar a treinar. Comecei a conversar com minha antiga treinadora, que sugeriu focar no fisiculturismo.

Eu já havia pensado na possibilidade porque sempre conversava com ela a respeito, mas nunca tinha me preparado para valer. Ter como meta participar de competições me trouxe motivação para treinar sério, recuperar meu 'shape' e ficar ainda mais definida.

Também tive de mudar bastante a alimentação. Foquei na dieta e meu cardápio era repleto de ovos, carnes magras (peixe, frango), legumes e carboidratos integrais ou de baixo índice glicêmico. Fui aperfeiçoando meu físico e participei de diversos campeonatos. Consegui o primeiro lugar em diversas competições e o fisiculturismo virou meu esporte.

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal
Minha rotina de exercícios é focada e não me canso de treinar, muito pelo contrário, tenho paixão pela atividade física. Três meses antes de um campeonato, intensifico os treinos tentando deixar minha gordura corporal em torno de 8% --em dias 'normais', minha taxa de gordura é em torno de 12%.

Não tenho descanso um só dia da semana: de segunda a sexta, faço uma hora de musculação e 20 minutos de aeróbico. Aos finais de semana, corro 30 minutos (ou realizo outro aeróbico) e faço treino funcional.

É muito raro eu ficar um dia sem treinar, só quando estou doente. Além disso, não tomo bebida alcoólica há dois anos.

Apesar de lá atrás a minha motivação ter sido usar um vestido, os resultados e o prazer que tenho em ser mais saudável vão além de uma simples peça de roupa

Embora pareça difícil seguir uma rotina como a minha, toda a mudança ao longo desses anos foi crucial para eu conquistar o corpo que tenho hoje. Hoje, tenho saúde, aprendi a comer bem e me sinto realizada com todos os resultados conquistados."

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube

Como emagreci