Topo

Como emagreci

Histórias inspiradoras de quem mudou a silhueta


Como emagreci

"Após balança travar, fiquei motivado a fazer exercícios e perdi 40 kg"

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Priscila Carvalho

Do UOL VivaBem, em São Paulo

14/02/2019 04h00

Walter Mori, 39 anos, tinha uma vida totalmente sedentária. Ao ver que estava tão obeso ao ponto de nem a balança marcar mais seu peso (que chegou a 165 kg), ele decidiu mudar hábitos e emagrecer. A seguir, conta como conseguiu:

"Eu estava na fase mais gorda da minha vida e não tinha uma relação feliz com o espelho. Comecei a sentir dores de cabeça, mal-estar e não tinha fôlego para nada. 

Fui ao médico e ele disse que estava com hipertensão, levei um choque e falei: 'Gente, onde vou parar desse jeito?'

Achei que esse era o pior momento da minha vida, já que estava com 34 anos e doente, mas o susto foi maior quando tentei me pesar em uma balança de farmácia e ela travou --tinha ultrapassado os 160 kg e o aparelho não marcava mais do que isso.

Fiquei arrasado, com vergonha e quis sair correndo de lá. Mas balança estava certa: ao me pesar em outra, descobri que tinha 165 kg.

Ainda havia o problema para achar roupa. Cheguei a vestir calça 58/56, blusas XXXXL. Só encontrava peças em lojas para gordinhos"

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal
Pensei em tomar remédios, mas sabia que não ia adiantar muito. No passado, já havia tomado medicamentos e emagreci, mas quando parei engordei tudo novamente. 

Também cheguei a pesquisar sobre a cirurgia bariátrica, mas desisti depois de conversar com muitos amigos que falaram que se não tivesse comprometimento em manter o peso, de nada adiantaria. Depois disso, resolvi que ia mudar meus hábitos, praticar exercícios e procurei uma nutricionista para fazer dieta. 

Limitei os carboidratos (que era o que mais comia na época): eu acabava com uma pizza inteira sozinho, além de consumir vários pães e sanduíches. A nutricionista me passou um cardápio rico em legumes, saladas e proteínas (carne, frango, peixe). 

Além da dieta, foquei na musculação e, aos poucos, fui perdendo peso. Depois de dois anos, consegui eliminar 40 kg e a minha meta é perder mais 10 kg até o fim do ano.

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Para dar um gás na perda de peso, comecei a correr recentemente e sempre que posso tento completar de 5 km ou 10 km. Além disso, pratico artes marciais na academia.

Estou bem melhor com meu corpo. Minha autoestima e saúde melhoraram muito. Aprendi muito com esse processo de emagrecimento. Na minha opinião, se a pessoa não mudar e trabalhar a mente e a relação com a comida, nada acontece.

90% dos adultos brasileiros levam uma vida sedentária, diz Drauzio Varella

VivaBem

Por isso, até hoje tento me alimentar bem e, se tenho vontade de algo mais gorduroso ou calórico, me dou ao luxo de comer ou experimentar, mas sem exageros. Nos outros dias da semana, volto à dieta e aos treinos com foco total para compensar. É tudo uma questão de equilíbrio. 


 

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube

Como emagreci