PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Deficiência de zinco no organismo aumenta risco de hipertensão, diz estudo

Falta de zinco é comum em pessoas com doenças crônicas, como diabetes tipo 2 e doença renal crônica - Getty Images
Falta de zinco é comum em pessoas com doenças crônicas, como diabetes tipo 2 e doença renal crônica Imagem: Getty Images

Do Uol VivaBem, em São Paulo

26/01/2019 18h48

Ter um baixo nível de zinco no organismo pode contribuir para a hipertensão arterial, alterando a forma como os rins lidam com o sódio. A constatação foi publicada no periódico  American Journal of Physiology

 A deficiência de zinco é comum em pessoas com doenças crônicas, como diabetes tipo 2 e doença renal crônica. Além disso, indivíduos com baixos níveis do nutriente também correm risco de desenvolver hipertensão.

Durante o trabalho científico, os pesquisadores compararam ratos machos com deficiência de zinco com roedores que tinham níveis normais do nutriente. Os animais que tinham deficiente em zinco desenvolveram pressão alta e uma diminuição na excreção urinária de sódio.
 
Na segunda parte do estudo, um grupo de camundongos com deficiência do nutriente foi alimentado com uma dieta rica em zinco. Ao analisar os resultados finais, os cientistas verificaram que a pressão sanguínea dos roedores começou a cair e os níveis de sódio na urina aumentaram.

"Essas descobertas significantes demonstram que a reabsorção renal aumentada de sódio desempenha um papel crítico na hipertensão induzida pela deficiência de zinco", escreveu um dos autores na pesquisa. 

VivaBem no Verão

O UOL VivaBem está no litoral paulista com o VivaBem no Verão. Um espaço com atividades para você se exercitar, mas também curtir e relaxar na entrada da Riviera de São Lourenço. Venha nos visitar!

Data: até dia 03 de fevereiro de 2019, de quinta a domingo 
Horário: das 16h às 00h
Endereço: Avenida da Riviera, ao lado do shopping, na praia de Riviera de São Lourenço
Entrada: gratuita

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube

Saúde