PUBLICIDADE

Topo

Quatro ou mais xícaras de café por dia reduz em 23% o risco de ter rosácea

A rosácea provoca vermelhidão e, muitas vezes, inchaços pequenos, vermelhos e cheios de pus no rosto - Arquivo pessoal
A rosácea provoca vermelhidão e, muitas vezes, inchaços pequenos, vermelhos e cheios de pus no rosto Imagem: Arquivo pessoal

Do UOL VivaBem, em São Paulo

18/10/2018 12h48

Condição inflamatória facial e crônica, a rosácea provoca vermelhidão no rosto com caroços vermelhos inchados e pequenos vasos sanguíneos visíveis. A prevenção abrange menor consumo de álcool e alimentos condimentados, menos exposição à luz solar, cuidados com estresse e... ingerir bastante café. Pelo menos é o que mostra um novo estudo publicado na quarta-feira (17) no periódico JAMA Dermatology.

A pesquisa descobriu que mulheres —geralmente as mais atingidas pela rosácea— que consomem café regularmente têm menos chances de desenvolver a doença. Em geral, quanto mais café consumido, melhor o efeito protetor.

VEJA TAMBÉM:

Os participantes que bebiam quatro ou mais porções por dia, por exemplo, tiveram uma redução de 23% na probabilidade de rosácea em comparação com aqueles que ingeriram menos cafeína.

Os cientistas analisaram mais de 82 mil mulheres entre 1989 e 2005. Do total, 4.945 voluntárias tiveram rosácea e os pesquisadores descobriram que há uma associação inversamente proporcional entre o consumo de cafeína, particularmente proveniente do café, e o risco de desenvolver rosácea.

Essa relação não foi encontrada em outros meios de consumo da cafeína, como chás, refrigerantes ou chocolates.

"Este estudo fornece evidências de que os pacientes com rosácea não precisam evitar o café e oferece a todos eles mais uma razão para continuar tomando a bebida regularmente", concluem os autores do estudo.

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube