Topo

Maca peruana é afrodisíaca? Veja este e mais 9 benefícios da raíz

A raiz, muito consumida no Peru, é encontrada na versão em pó aqui no Brasil - iStock
A raiz, muito consumida no Peru, é encontrada na versão em pó aqui no Brasil Imagem: iStock

Samantha Cerquetani

Colaboração do UOL VivaBem

18/10/2018 04h00

Você conhece a maca peruana? O alimento é um tubérculo bastante semelhante ao rabanete e nativo da região dos Andes. A maca peruana se popularizou no mundo inteiro devido ao seu poder de aumentar a libido e a fertilidade. Por isso, também recebeu o apelido de "viagra dos incas".

Estima-se que seja cultivada há mais de 2 mil anos pelos incas. Ela é fonte de vitaminas e minerais importantes, além de carboidratos e proteínas. A ciência já comprovou em diversas pesquisas o que o alimento pode proporcionar para os seres humanos e há ainda vários estudos em andamento que visam esclarecer os seus benefícios. Confira, a seguir, suas propriedades:

1. Controle de diabetes

iStock
Imagem: iStock

A maca peruana diminui a absorção de glicose no organismo devido a grande quantidade de fibras em sua composição. Além disso, o seu consumo regular inibe a ação de uma enzima que age no processo de digestão e reduz a inflamação associada a doenças crônicas, como diabetes tipo 2. Sendo assim, evita que a insulina seja liberada no organismo em grandes quantidades e aumenta o controle do diabetes.

2. Ajuda a emagrecer

iStock
Imagem: iStock

Quem deseja perder peso pode encontrar na maca peruana uma aliada. O alimento fornece fibras e carboidratos complexos, o que contribui para que a pessoa se sinta mais saciada. Com essa redução de apetite, ocorre uma diminuição no consumo dos alimentos durante as refeições. E as fibras ajudam o intestino a funcionar melhor, o que evita inchaços abdominais e desconfortos.

3. Aumenta a fertilidade masculina

iStock
Imagem: iStock

O estudo realizado pela Universidad Peruana Cayetano Heredia (Peru) também comprovou que a maca peruana influencia na fertilidade masculina. Foram avaliados homens com idades entre 24 e 44 anos por quatro meses e que receberam doses do alimento. Os pesquisadores chegaram à conclusão de que ocorreu um aumento da quantidade de sêmen e na mobilidade dos espermatozoides, o que tornavam os homens mais férteis. E estudiosos da Czech University of Life Sciences Prague (República Tcheca) também comprovaram esse benefício do tubérculo. Nessa pesquisa, participaram 20 voluntários com idades entre 20 e 40 anos que receberam a maca peruana moída e aumentaram a sua fertilidade.

4. Reduz a disfunção erétil

iStock
Imagem: iStock

O alimento também traz benefícios para pessoas com disfunção erétil (DE). Um estudo divulgado no Journal of Andrology analisou homens com o problema. Aqueles que consumiram por quatro meses a maca peruana melhoraram o desempenho sexual em comparação com aqueles que não tiveram acesso ao tubérculo.

5. Diminui sintomas da menopausa

iStock
Imagem: iStock

Mulheres que estão entrando na menopausa, período em que a menstruação cessará permanentemente e com muitas alterações hormonais, podem sofrer com sintomas desagradáveis. Isso ocorre porque há um declínio natural do estrogênio nessa fase. Por isso, é comum sentir ondas de calor, secura vaginal, alterações de humor, problemas de sono e irritabilidade. "A maca peruana pode aliviar esses sintomas, pois equilibra os níveis hormonais e também interfere no metabolismo ósseo, inibindo a desmineralização --perda de elementos minerais importantes como flúor e cálcio --, diminuindo a fadiga e deixando o corpo mais hidratado", destaca Luisa Wolpe, nutricionista e coordenadora do Centro e Instituto Internacional de Aprimoramento e Pesquisas Científicas.

6. Afasta o câncer

iStock
Imagem: iStock

A maca peruana ajuda a combater os radicais livres, que podem danificar as células do corpo e causar câncer. Isso ocorre porque o tubérculo tem propriedades antioxidantes, como antocianinas, que conferem à raiz uma coloração escura. Essas substâncias podem afastar a inflamação do corpo e ajudar na proteção contra o câncer, problemas cardíacos e outras doenças crônicas.

7. Melhora o humor

iStock
Imagem: iStock

O consumo da maca reduz a ansiedade e sintomas de depressão, particularmente em mulheres na menopausa. Tal situação acontece porque o alimento contém compostos vegetais chamados flavonoides, que causam maior disposição e ânimo. Um estudo do Center for Chronic Disease Prevention and Management (Austrália) avaliou 29 mulheres no período de pós-menopausa e comprovou que a maca peruana melhorou os hormônios e aumentou a disposição dessas pessoas.

8. Protege o coração

iStock
Imagem: iStock

O tubérculo pode ser considerado um amigo do coração. Seu consumo regular controla o colesterol ruim (LDL) e aumenta as taxas do bom colesterol, além de diminuir a hipertensão e ter efeito vasodilatador, devido à presença do ômega 3 em sua composição. Alguns estudos demonstram uma melhora no perfil lipídico e uma redução da pressão arterial em pessoas que consomem a maca peruana. Ela inibe a enzima conversora de angiotensina (ECA), além de ser um fitoterápico rico em potássio, nutriente importante para reduzir riscos de hipertensão.

9. Aumenta o desempenho esportivo

iStock
Imagem: iStock

O consumo do tubérculo dá mais energia e aumenta o desempenho de atletas e pessoas que querem praticar atividade física. A maca peruana consumida após o exercício ajuda a reduzir a fadiga muscular e dores, pois diminui a quantidade de ácido lático e ácido malônico no organismo. Uma pesquisa realizada pela School of Psychology and Sports Sciences mostrou que ciclistas do sexo masculino melhoraram seu desempenho após 14 dias de consumo da maca peruana. Eles diminuíram o tempo que levavam para completar uma prova de 40 km e mostraram mais disposição.

10. Turbina a imunidade

iStock
Imagem: iStock

A maca peruana fortalece e dá energia. Além disso, combate à fadiga e melhora a resistência. Isso ocorre porque o alimento aumenta os níveis de antioxidantes importantes no organismo, como a glutationa e o superóxido dismutase. Além disso, a maca peruana é rica em vitaminas do complexo B, vitamina C, zinco, magnésio que proporcionam um equilíbrio imunológico no corpo.

Benefícios ainda em estudos

  • Melhora a função cerebral: nativos do Peru já usavam a maca peruana para melhorar o desempenho escolar das crianças. E estudos realizados com cobaias, comprovaram que o consumo do alimento melhora a memória e a capacidade de aprendizagem dos animais.
  • Diminui o tamanho da próstata: uma das principais doenças dessa região é a hiperplasia benigna, ou seja, quando a próstata aumenta de tamanho e causa sintomas como vontade de urinar com frequência e até estreitamento da uretra. Um estudo realizado com roedores mostrou que a maca peruana reduz o tamanho da próstata, por possuir uma grande quantidade de glucosinolatos, que possui ação anticancerígena.
  • Protege contra raios solares: os raios ultravioleta (UV) do sol danificam a pele exposta e desprotegida. Com o tempo, a radiação UV pode causar câncer de pele. Aplicar o extrato da maca peruana pode protegê-la desse risco, afirma um estudo realizado pela Universidad Peruana Cayetano Heredia (Peru). A mistura usando o alimento foi aplicada em cinco ratos durante três semanas e impediu que ocorressem danos à pele causados pelos raios ultravioletas.

Como consumir a maca peruana?

iStock
Imagem: iStock

A maca costuma ser consumida em cápsulas ou em pó. Recomenda-se ingerir de 400 a 1000 mg por dia. Há diversas possibilidades de consumo. É comum ser usada com bebidas frias e quentes, bolos, biscoitos, tortas, pão, sopas e ensopados. Veja algumas dicas para incluir o alimento na sua rotina:

  • Café: logo pela manhã, incluia o alimento na principal refeição do dia. Experimente polvilhar no café;
  • Smoothie: a maca peruana pode ser consumida com um smoothie matinal e outros ingredientes de sua preferência, como banana, leite de amêndoa ou couve;
  • Cereais: acrescentar o pó de maca peruana nos cereais matinais é uma forma de introduzir o alimento nas refeições;
  • Farinhas: é possível adicionar a maca peruana em farinhas para preparos de bolos e panquecas e pães;
  • Frutas: o pó de maca peruana pode ser complemento de saladas de frutas;
  • Cremes: basta adicionar o pó do alimento em cremes de abacate, patês e pastas de amendoim e desfrutar dos benefícios.

Quem deve tomar cuidado

Ainda não há comprovações científicas de que o consumo da maca peruana possui efeitos colaterais. Porém, os especialistas não recomendam que mulheres grávidas e lactantes consumam o alimento, pois não há dados que comprovem a sua segurança para essas pessoas.

Por precaução, pessoas com problemas hormonais, pacientes com câncer de mama, útero, ovário e endometriose devem sempre se consultar com um médico antes de usar a maca peruana. Em alguns casos, a dose recomendada da maca peruana deve ser prescrita por um profissional, como médicos e nutricionistas. Sabemos que gestantes e pessoas com distúrbios gastrointestinais (devido às fibras do alimento) podem ter problemas de saúde ao consumir a maca peruana sem orientação.

Fontes: Luisa Wolpe, nutricionista e coordenadora do Centro e Instituto Internacional de Aprimoramento e Pesquisas Científicas; e Regina Stikan, nutricionista do Hospital Santa Catarina (SP)

UOL VivaBem nas redes sociais
Facebook ? Instagram ? Youtube

Benefícios dos alimentos