Topo

Tudo sobre Diabetes

Sintomas e tratamentos da doença


Tudo sobre Diabetes

Dieta rica em carboidratos de plantas reduz peso e risco de diabetes

A pesquisa mostrou que os carboidratos complexos -de frutas, legumes e grãos integrais- são o combustível mais saudável para o corpo - iStock
A pesquisa mostrou que os carboidratos complexos -de frutas, legumes e grãos integrais- são o combustível mais saudável para o corpo Imagem: iStock

Do UOL VivaBem, em São Paulo

27/09/2018 11h58

Dietas baseadas em plantas e ricas em carboidratos reduzem o peso e a gordura corporal, além de melhorar a função da insulina em pessoas com excesso de peso e diminuir o risco de diabetes tipo 2, de acordo com um novo estudo publicado no periódico científico Nutrients.

"As dietas da moda muitas vezes levam as pessoas a temer carboidratos. Mas a pesquisa mostra que os carboidratos de frutas, legumes, feijões e grãos integrais são o combustível mais saudável para nosso corpo", diz Hana Kahleova, diretora da pesquisa clínica do Physicians Committee for Responsible Medicine.

VEJA TAMBÉM:

No trabalho científico, os pesquisadores acompanharam dois grupos de voluntários por 16 semanas.

    O primeiro se alimentou com um cardápio baseado em plantas, rico em carboidratos naturalmente encontrados em frutas, vegetais, cereais integrais e leguminosas e com baixo teor de gordura. Os participantes dessa dieta evitaram produtos animais, limitaram a ingestão de gordura a até 30 gramas por dia e não tinham limite para a ingestão de calorias ou carboidratos.

    O segundo grupo não mudou a alimentação, seguiu comendo o que estava acostumado para servir de comparativo para os cientistas. Esses voluntários podiam incluir carnes e laticínios no cardápio. Nenhum dos grupos alterou a rotina de exercícios.

      No fim dos quatro meses, foi possível notar que a ingestão total de carboidratos aumentou significativamente entre aqueles que fizeram dieta à base de plantas, tanto na ingestão absoluta quanto na porcentagem total de calorias. Entre os participantes que não mudaram a alimentação não houve alteração de ingestão total de carboidratos.

      Além disso, ao final do ensaio, o IMC (Índice de Massa Corporal), peso, massa gorda, volume de gordura visceral e resistência à insulina diminuíram significativamente no grupo de dieta à base de plantas. Não houve mudanças significativas no grupo que não mudou a dieta.

      É importante reforçar muitas frutas, leguminosas, cereais e legumes são ricos em fibras, que acrescentam volume à dieta sem adicionar calorias extras. Estudos anteriores mostram que um cardápio rico em fibras é eficazes para perda de peso e pode ajudar a reduzir o risco de diabetes tipo 2, doenças cardíacas e certos tipos de câncer.

      Para enfatizar a importância da escolha de carboidratos saudáveis, outra pesquisa recente, publicada no jornal The Lancet, descobriu que pessoas que seguem uma dieta em que menos de 40% das calorias ingeridas vêm de carboidratos têm uma expectativa de vida mais curta, se comparas àquelas que 50% a 55% da energia são provenientes do nutriente.

      Siga o UOL VivaBem nas redes sociais
      Facebook - Instagram - Youtube

      Tudo sobre Diabetes