PUBLICIDADE

Topo

Tudo sobre Câncer

Sintomas e tratamentos da doença


Tudo sobre Câncer

Células-tronco podem ser efetivas para combater câncer cerebral na infância

Sasiistock/Istock
Imagem: Sasiistock/Istock

Do VivaBem, em São Paulo

02/09/2018 15h54

A mais recente de uma série de inovações laboratoriais pode melhorar a eficácia do tratamento de um dos cânceres cerebrais mais comum em crianças, o meduloblastoma.

Cientistas da University of North Carolina, Lineberger Comprehensive Cancer Center e UNC Eshelman School of Pharmacy relataram resultados promissores de estudos iniciais que demonstram como células-tronco caçadoras de câncer, desenvolvidas a partir de células da pele, podem rastrear e entregar medicamento para destruir possíveis células escondidas após a cirurgia de retirada do câncer.

Veja também:

Para o estudo, que foi publicado no periódico Plos Oneos pesquisadores reprogramaram células da pele em células-tronco e, em seguida, projetaram-nas geneticamente para fabricar uma substância que a torna tóxica para outras células.

A inserção de células-tronco no cérebro ratos laboratoriais diminuiu o tamanho dos tumores em 15 vezes e aumentou a sobrevida mediana em camundongos em 133%. Usando células-tronco humanas, elas prolongaram a vida dos camundongos em 123%.

Os cientistas também desenvolveram um modelo de meduloblastoma em laboratório (nos animais) para permitir que eles simulassem a forma como o tratamento padrão é geralmente realizado - cirurgia seguida de terapia com medicamentos.

Usando esse modelo, eles descobriram que após a remoção cirúrgica de um tumor, as células cancerígenas que permaneciam cresciam mais rapidamente – daí a importância do remédio também agir contra as células cancerígenas remanescentes.

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook • Instagram • YouTube

Tudo sobre Câncer