PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

O que é Asperger, condição que Robbie Williams desconfia ter?

O cantor Robbie Willians disse em entrevista que pode ter Síndrome de Asperge, um tipo leve de autismo - Dave Hogan/AP
O cantor Robbie Willians disse em entrevista que pode ter Síndrome de Asperge, um tipo leve de autismo Imagem: Dave Hogan/AP

Do VivaBem

29/06/2018 12h39

O cantor Robbie Williams afirmou que suspeita ser portador da síndrome de Asperger, em entrevista à “Rádio 2”, da BBC, nesta sexta-feira (29). Durante a conversa, o britânico revelou que é um “trabalho realmente duro” estar em sua cabeça. "Pode ser que tenha Asperger ou autismo. Não sei em que espectro me encontro, mas tenho algo", declarou, ao mesmo tempo que apontou que tem "uma interessante compulsão, dependência, doença mental".

Estima-se que 70 milhões de pessoas no mundo tenham Transtorno do Espectro Autista (TEA), sendo 2 milhões delas no Brasil. A condição é caracterizada por diferentes graus de distúrbio de desenvolvimento, que se manifesta sobretudo na comunicação e na interação social. As causas ainda não são plenamente esclarecidas pela ciência e a intensidade dos sintomas varia bastante --o que muitas vezes faz casos distantes do estereótipo da síndrome demorarem a ser identificados.

Veja também:

O comportamento e a independência da pessoa com TEA dependem de inúmeros fatores e mudam conforme o grau do transtorno, que atualmente é divido em leve, moderado e severo --até 2013 a classificação era Síndrome de Asperger, Síndrome de Rett, Autismo Típico ou Autismo Atípico.

Considerada um tipo leve de autismo, a Síndrome de Asperger faz com que os portadores apresentem dificuldade na socialização, tenham interesses restritos, dificuldade para dormir e hipersensibilidade auditiva. A capacidade intelectual, no entanto, é normal. Ao contrário do que ocorre em outros indivíduos autistas, a inteligência e a linguagem desenvolvem-se normalmente nas crianças que apresentam Síndrome de Asperger.

Como a maior dificuldade está no contexto social, a síndrome faz com que os pacientes tenham dificuldades de entender linguagem de duplo sentido, sarcasmo, mudanças de tonalidade de voz e até piadas.

Cantor pop Robbie Williams canta para público em Moscou - Getty Images - Getty Images
Cantor pop Robbie Williams canta para público em Moscou
Imagem: Getty Images

Genética, sinais e sintomas

Ainda não se entende bem a origem desse problema, embora os especialistas acreditem que ele seja causado por uma combinação de fatores genéticos, lesões cerebrais e alterações bioquímicas. Por esse motivo, é recomendado que os pais se atentem a qualquer sinal nos filhos, se algum deles apresentar a condição. Se a criança tem tendência a se isolar, ter comportamentos estranhos, dificuldade de autocontrole emocional, prefere realizar tarefas longe das pessoas e não mantém contato visual, melhor visitar um especialista.

Não há cura para a Síndrome de Asperger, embora o tratamento possa ajudar as pessoas que dela padecem a lidar com o mundo de uma forma um pouco mais efetiva. Os indivíduos que têm Síndrome de Asperger ou autismo não são capazes de manifestar empatia pelas emoções das outras pessoas, mas elas podem aprender que uma voz alta ou uma testa franzida significam raiva e irritação. Dessa forma, o tratamento é feito com psicoterapia comportamental, na qual o paciente trabalha a socialização.

VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook • Instagram • YouTube

Saúde