Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Vírus da gripe H3N2 já é o de maior circulação nos EUA neste ano

iStock
Imagem: iStock

Kate Murphy

Do New York Times

30/01/2018 09h53

De acordo com o mapa de atividade da gripe nos Estados Unidos, o vírus do ano, no país, é o H3N2.

O mapa, feito pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), mostra que esse subtipo do vírus é particularmente perverso e já está amplamente difundido. E as atuais vacinas contra a gripe parecem incompatíveis a ele --na Austrália, onde a temporada de gripe começa mais cedo, estima-se que as vacinas foram eficazes em apenas 10% dos casos.

Leia também:

Hospitais em todo o país informam que os prontos-socorros estão lotados, e as farmácias estão passando por escassez de medicamentos contra a gripe, controlados por prescrição médica ou não. E isso é apenas o começo da temporada, que não acaba até maio.

Pacientes vulneráveis, com sistema imunológico enfraquecido, deveriam consultar seus médicos, assim como qualquer um que comece a ter problemas para respirar ou se sinta muito fraco. Mas, para os indivíduos saudáveis, a melhor estratégia é entender como a gripe afeta seu corpo e cuidar de si mesmo levando isso em conta.

O vírus H3N2 também foi o de maior circulação em 2017 - iStock
O vírus H3N2 também foi o de maior circulação em 2017
Imagem: iStock

Febre, dor de cabeça e dor muscular são sintomas

A gripe é espalhada predominantemente por gotículas no ar. Assim, se você estiver entre um e dois metros de alguém infectado, provavelmente irá respirar o ar que a pessoa exala. Os vírus irão então se alojar nas membranas mucosas do seu nariz e da garganta até chegarem aos brônquios. Depois, os invasores sequestram células epiteliais que compõem as membranas mucosas, tomando conta da máquina metabólica para replicar cada vez mais vírus, que infectam as células adjacentes.

Essa fase inicial leva de um a quatro dias. "Quanto mais vírus forem inalados, menor o período de incubação. No começo, você não se sente doente, nem sabe que o vírus está lá", explicou o Dr. William Schaffner, infectologista da Escola de Medicina da Universidade Vanderbilt, em Nashville, Tennesse.

Enquanto o vírus coloniza suas vias respiratórias, seu corpo começa a perceber que algo está errado e envia suas tropas imunológicas em resposta à inflamação, liberando proteínas chamadas interferons --que têm esse nome porque interferem na ação dos invasores. Os interferons inundam a corrente sanguínea e se instalam no muco, liberando mais proteínas chamadas citocinas para ajudar na defesa do organismo. Essas proteínas circulam pelo corpo, prontas para o combate.

"Paradoxalmente, os soldados que nós mesmos criamos para nos defender são os que geram os sintomas", explicou Schaffner.

A guerra causa danos, e quando a gripe eclode temos febre, dor de cabeça, dor muscular e cansaço. Esses primeiros sintomas são geralmente os que distinguem uma gripe de um resfriado comum.

A dor e a febre também são um sinal de que você precisa beber muito líquido. A batalha travada internamente o deixará desidratado. Talvez você perceba a urina ficar mais escura e tenha menos necessidade de urinar. Especialistas recomendam beber mais ou menos um copo de água ou outro líquido a cada hora, evitando bebidas alcoólicas ou com cafeína.

Ingerir líquidos deve diminuir sua dor de cabeça e reforçar sua imunidade porque as proteínas de defesa são transportadas por fluidos corporais. A desidratação dificulta a movimentação. Essa é a razão pela qual as pessoas tendem a querer sopa quando estão doentes e podem sentir vontade de comer frutas mais suculentas.

A dor e a febre também são um sinal de que você precisa beber muito líquido - iStock
A dor e a febre também são um sinal de que você precisa beber muito líquido
Imagem: iStock

Tosse e nariz escorrendo fazem parte da fase final da infecção

Enquanto você se sente acabado durante o processo, uma verdadeira batalha acontece no seu sistema respiratório, onde o vírus está alojado. Quando a guerra se encaminha para o final, as dores e a febre passam, mas continua uma inflamação residual na garganta, nos seios nasais e nos brônquios. Todas as células que revestem as membranas mucosas foram danificadas e estão como feridas abertas, explicou Schaffner. É por isso que seu nariz está escorrendo e você começa a espirrar e tossir para limpar os detritos.

Dito isso, os medicamentos (não prescritos) que acabam com a tosse e secam os seios nasais podem não ser a melhor saída.

"Certamente existe a ideia de que não deveríamos suprimir muito a tosse nem secar as passagens nasais, porque queremos nos livrar da infecção. Há obviamente um equilíbrio. Não acho que é preciso sofrer desnecessariamente, mas sim pesar o real benefício", disse a Dra. Tara Vijayan, professora clínica assistente na divisão de doenças infecciosas na Escola de Medicina David Geffen da Universidade da Califórnia, em Los Angeles.

Embora você queira descansar, passar o tempo todo deitado pode ser problemático porque os pulmões ficam pressionados, impedindo uma tosse eficiente e prendendo bactérias no seu sistema respiratório. Se o vírus destruir muitas células dos brônquios, surgirão aberturas através das quais bactérias chegam ao pulmão, o que pode levar à pneumonia, uma complicação séria da gripe.

Porém, quando seus pulmões estão na vertical, "você consegue respirar profundamente, sem impedimentos, e pode tossir e expelir até as bactérias microscópicas que descem pelos brônquios”, disse Schaffner.

Para a H3N2, a vacina não é tão eficaz, por isso especialistas estão recomendando um tipo de remédio - iStock
Para a H3N2, a vacina não é tão eficaz, por isso especialistas estão recomendando um tipo de remédio
Imagem: iStock

Medicamento é caro e causa náusea e vômitos

O CDC recomenda que as pessoas hospitalizadas ou com alto risco de complicações da gripe, como pacientes idosos, grávidas e outras pessoas com a imunidade comprometida, tomem o medicamento antiviral oseltamivir, vendido sob o nome Tamiflu, já que dados de observação indicam que ele pode reduzir a probabilidade de morte.

Outros pesquisadores discordam, incluindo os da Cochrane, uma organização sem fins lucrativos que revisa estudos, dizendo que não há evidências suficientes para apoiar o uso do oseltamivir ou de seu primo químico, o zanamivir (vendido sob o nome de Relenza).

Eles questionam a decisão de gastar bilhões estocando medicamentos, como fizeram muitos países, incluindo os Estados Unidos, com medo de uma futura pandemia de gripe em meados dos anos 2000. De fato, no ano passado, a Organização Mundial de Saúde rebaixou o oseltamivir em sua lista de medicamentos essenciais. Ele pode ajudar ou não, dependendo do estudo consultado.

Para pessoas saudáveis que pegam uma gripe, a maioria dos pesquisadores concorda que os dados indicam que tomar oseltamivir nas primeiras 48 horas da infecção pode encurtar sua duração em 16 horas. Mas com o tratamento custando cerca de US$ 154, talvez não valha a pena, considerando-se que os efeitos colaterais incluem náuseas e vômitos.

"Gostaríamos de ter drogas melhores para acabar com a gripe", disse Angela Campbell, diretora médica da Divisão de Influenza do CDC. Mas o oseltamivir é "o que temos agora; e em situações onde o paciente não está internado, seu uso é uma decisão dele e do médico, levando-se em conta uma série de fatores", completou ela. Isso inclui o custo e a eficácia.

O CDC ainda recomenda tomar a vacina da gripe deste ano, apesar de seu questionável valor profilático, porque pode diminuir a severidade da gripe caso você a contraia. Em anos anteriores, contra subtipos diferentes do H3N2, as vacinas foram eficazes entre 40% e 60% dos casos.

Mas, além disso, descansar, tomar líquidos, não ficar deitado o dia todo e, talvez, deixar entrar ar fresco e luz do sol, são as melhores coisas que podem ser feitas por conta própria. Para evitar que amigos, família e colegas também adoeçam, resguarde-se por até 48 horas depois que sua febre baixar e você se sentir melhor.

Mesmo que continue tossindo por muitas semanas, Schaffner disse que provavelmente você já não estará transmitindo a infecção. Será apenas um chato.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS

Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy