PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Duas doses da vacina são cruciais para proteger da variante delta, diz regulador europeu

França: Idoso de 92 anos toma a primeira dose da vacina - POOL/REUTERS
França: Idoso de 92 anos toma a primeira dose da vacina Imagem: POOL/REUTERS

Da AFP, em Haia

14/07/2021 12h32Atualizada em 14/07/2021 12h34

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) afirmou, nesta quarta-feira (14), que aplicar duas doses de algumas das vacinas contra a covid-19 aprovadas na UE é "crucial" para ter proteção contra a muito contagiosa variante delta e pediu para acelerar seus programas de vacinação.

"Evidências preliminares sugerem que é necessário ter a segunda dose de uma vacina contra a covid-19 de duas doses para fornecer proteção adequada contra a variante Delta", disse a EMA, acrescentando que "o respeito do programa de vacinação recomendado é crucial para ter a mais alta proteção".

A variante delta, detectada pela primeira vez na Índia, está se propagando muito rapidamente na Europa e constituirá 90% dos casos de covid-19 no continente no final do verão boreal, informou o Centro Europeu para a Prevenção e Controle de Doenças no mesmo comunicado.

"Isso torna essencial que os países acelerem seus programas de vacinação, incluindo a aplicação da segunda dose quando for recomendado, e que fechem as brechas e oportunidades de surgimento de mais variantes", disse a EMA.

Saúde