PUBLICIDADE

Topo

Cuba diz que vacina contra covid desenvolvida no país tem 62% de eficácia

Candidata a vacina cubana contra covid-19 foi batizada de Soberana 02 - torstensimon/ Pixabay
Candidata a vacina cubana contra covid-19 foi batizada de Soberana 02 Imagem: torstensimon/ Pixabay

20/06/2021 12h57Atualizada em 21/06/2021 14h22

Havana, 20 Jun 2021 (AFP) - A candidata cubana a vacina contra a covid-19 Soberana 02 alcançou uma eficácia de 62% com a aplicação de duas de suas três doses previstas, um resultado intermediário que supera o 50% exigido pela OMS (Organização Mundial da Saúde), informaram ontem autoridades científicas da ilha.

"Podemos informar que alcançamos 62% de eficácia com a aplicação de duas doses da vacina (Soberana) 02", um resultado "reconfortante" porque foi dado com a cepas que já circulam no país, disse Vicente Vérez, diretor do Instituto Finlay de Vacinas, que desenvolveu o imunizante.

A OMS exige uma eficácia de pelo menos 50% para que uma candidata seja aceita como vacina.

"Em duas semanas devemos ter a conclusão da eficácia com as três doses, que esperamos que deva ser maior", acrescentou o cientista.

Cuba trabalha há 13 meses em cinco candidatas vacinais e duas delas, Soberana 02 e Abdala, concluíram a terceira e última fase de teste.