PUBLICIDADE

Topo

Iogurte búlgaro tem sabor intenso e espessura cremosa; conheça

iStock
Imagem: iStock

Danielle Sanches

Do VivaBem, em São Paulo

26/06/2021 04h00

Seja no lanche, na salada ou até no bolo, o iogurte é um alimento bastante conhecido de quem procura manter uma alimentação saudável, já que é fonte de cálcio e proteínas, macronutrientes importantes para a formação de massa muscular e outros processos do nosso organismo.

Entre as inúmeras opções disponíveis, a mais recente nos mercados brasileiros é o iogurte búlgaro, que leva em sua composição o microrganismo Lactobacillus bulgaricus, identificado pela primeira vez pelo cientista búlgaro (daí o nome) Stamen Grigorov, em 1905. Naquele país, o iogurte é um sucesso nacional, estando presente praticamente em todas as refeições de qualquer família.

Mas qual a diferença dele para o iogurte comum? A textura é igual? Nutricionalmente, ele é melhor? Tire suas dúvidas a seguir.

Saiba tudo sobre o iogurte búlgaro

O que é iogurte búlgaro?

É um iogurte produzido a partir da fermentação do leite com um mix de bactérias tradicionais da Bulgária. Entre elas está o Lactobacillus bulgaricus, originário daquele país —daí o seu nome.

Do que o iogurte búlgaro é feito?

Tradicionalmente, o iogurte búlgaro era feito de forma artesanal com leite de ovelha ou búfala. Embora algumas famílias ainda mantenham essa tradição na Bulgária, as versões industrializadas utilizam o leite de vaca por ser mais acessível.

Só o iogurte búlgaro é fermentado com essa bactéria?

Não. Outros iogurtes comuns também podem ter esse bacilo juntamente com outro, o Streptococcus thermophilus, em sua composição. Mas, tradicionalmente, a versão búlgara sempre leva a bactéria da mesma origem.

Qual a diferença dele para o iorgute comum e o iogurte grego?

A principal diferença do iogurte búlgaro para os outros é a textura. No iogurte natural, ela é mais próxima do líquido; já o grego passa por um processo industrial de centrifugação que retira o soro, deixando-o mais cremoso. O iogurte búlgaro, por sua vez, possui uma consistência espessa alcançada apenas pela forma como é fermentado, sem precisar passar pelo processo de centrifugação. Ele também possui um sabor mais encorpado e denso.

Quais as características nutricionais do iogurte búlgaro?

O iogurte búlgaro é considerado de alto valor nutritivo e, assim como outros iogurtes, uma boa fonte de cálcio. Em 100 gramas, ele possui cerca de 83 calorias, 10 g de carboidratos, 3,5 g de proteínas e 3,2 g de gorduras totais.

Em comparação com o iogurte integral comum (63 calorias em 100 gramas do produto), ele é um pouco mais calórico, mas ainda menos em comparação ao iogurte grego (que possui 97 calorias em uma porção de 100 gramas).

Para quem ele é mais indicado?

Não existe um público específico, qualquer pessoa que deseje manter uma alimentação saudável pode se beneficiar do consumo.

Ele tem mais probióticos que o iogurte comum e o grego?

Sim. Uma das características do iogurte búlgaro é seu alto teor de probióticos (bactérias benéficas à saúde e que ajudam a equilibrar a microbiota intestinal e a melhorar o processo digestivo).

Como ele pode ser consumido?

Para se alcançar os benefícios para a saúde, o recomendado é consumir o iogurte diariamente no café da manhã e/ou nos lanches com frutas, oleaginosas, sementes e aveia.

Há alguma contraindicação?

Sim: pessoas com intolerância à lactose e alérgicos à proteína do leite devem evitar. Crianças menores de um ano também não devem consumir sem orientação médica.

Fontes: Angelica Grecco, nutricionista do Instituto EndoVitta, em São Paulo; Maiara Souza, nutricionista da clínica Geisa Costa (Uberaba - MG), Débora Faria, nutricionista da AmorSaúde, rede de clínicas parceira do Cartão de TODOS.