PUBLICIDADE

Topo

Aroeira é estudada contra infecções e inflamações; saiba fazer chá

iStock
Imagem: iStock

Leonardo Costas

Colaboração para o VivaBem

04/07/2022 04h00

Ela pode ter entre oito a 20 metros de altura, é encontrada em qualquer canto do Brasil e oferece um chá poderoso, que traz vários benefícios à saúde. Essa é a aroeira, árvore que tem a capacidade de colonizar e se adaptar a várias condições ambientais.

O nome científico da aroeira é Schinus terebinthifolius, da família Anacardiaceae. Ela também pode ser chamada aroeira-vermelha e apresenta frutos vermelhos e pequenos que, após o processo de industrialização, são conhecidos como pimenta-rosa. Já suas folhas, cascas, flores, sementes e frutos são amplamente utilizados na medicina popular.

A planta é rica em flavonoides, saponinas, terpenos e taninos, compostos que lhe conferem propriedades anti-inflamatórias, tônicas, diuréticas, cicatrizantes e antimicrobianas. A parte mais usada para a preparação de chá é a casca, no entanto, ela também pode ser usada para fazer banhos de assento, compressas ou pomadas.

Quais os benefícios da aroeira?

A casca, folhas e raízes da planta são estudadas por seus benefícios à saúde. Revisões de estudos já mostraram que das atividades encontradas, destacam-se as anti-inflamatória, antifúngica, antibacteriana, cicatrizante, antiparasitária e antioxidante. A planta teria até uma atuação como inseticida natural.

Há ainda uma pesquisa, feita por brasileiros e publicada em 2013 no periódico Evidence-based Complementary and Alternative Medicine, que mostrou que a planta pode reduzir a inflamação provocada pela gengivite, apesar de não tratar o problema.

"Há necessidade de realização de estudos mais aprofundados, cuja finalidade garanta uma maior segurança em seu uso e maior eficácia da sua terapêutica, para assim orientar melhor a população quanto a sua utilização tal como, para a formulação de novos medicamentos a partir de seus compostos bioativos", diz uma revisão.

Para que serve o chá de aroeira?

É benéfico para a redução de sintomas de úlceras, azia, gastrite, bronquite, infecções e inflamações, além de ajudar em cicatrizações. Entretanto, é importante reforçar que mesmo chás naturais precisam ter o seu consumo recomendado por médicos ou nutricionistas com experiência em plantas medicinais.

Como fazer o chá de aroeira?

O preparo do chá de aroeira vai variar de acordo com o tipo de uso que a pessoa pretende fazer da bebida. Existem algumas maneiras de prepará-lo. Para as doenças internas, ele pode ser feito por infusão, já para as doenças externas o preparo se faz através do cozimento das cascas ou folhas, para ser usado diretamente ou com uso de compressas.

Ingredientes:

  • 150 gramas de folhas de aroeira
  • 4 pedaços de casca de aroeira
  • 1 litro d'água

Modo de preparo:

  1. Aqueça a água em um recipiente, coloque as folhas e as cascas e ferva por cerca de 5 minutos.
  2. Coe assim que esfriar. Ele pode ser tomado morno ou gelado.

Com que frequência o chá de aroeira pode ser consumido?

Seu consumo deve ser feito com moderação e o indicado é que se tome o chá de aroeira por, no máximo, 15 dias, reavaliando se está fazendo efeito ou não. É importante perceber se há necessidade de um outro tipo de acompanhamento. Tudo isso é muito individual e tem que ser analisado caso a caso, sempre com acompanhamento médico.

O consumo excessivo de chá de aroeira pode fazer mal?

A aroeira pode desencadear uma diarreia muito forte, se utilizada em excesso, isso porque ela tem efeito purgante. Além disso, outros efeitos colaterais são as lesões que pode causar na pele e nas mucosas, reações alérgicas, dor de estômago, dermatite, irritação na boca ou garganta. Por isso, o uso da planta deve ser feito com indicação médica ou de um nutricionista com experiência em plantas medicinais.

Existe contraindicação para o consumo do chá de aroeira?

Sim. O chá de aroeira ou qualquer outro produto feito com a planta não é recomendável para gestantes, lactantes, crianças, pessoas com pele sensível ou que têm condições gastrointestinais. O uso da planta pode causar contração uterina, efeito laxativo ou resultar em crises alérgicas.

O chá de aroeira emagrece?

Não. Alguns estudos apresentam uma das propriedades do chá de aroeira como potencial diurético, como resultado da ação dos antioxidantes e polifenóis que combatem radicais livres e o estresse oxidativo no organismo. O chá não é emagrecedor e sua propriedade bioativa auxilia na resposta à retenção hídrica. O importante é usar a planta com a orientação médica.

Fonte: Natalia Galassini Naswaty, nutricionista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo; Bruna Lima, nutricionista do Centro Especializado em Obesidade e Diabetes do Hospital Alemão Oswaldo Cruz de São Paulo; Érica Oliveira, nutricionista do Hospital Nove de Julho de São Paulo; Débora Souza Lima, nutricionista da Pró-Saúde que atua no Hospital Regional do Sudeste do Pará, em Marabá (PA).