PUBLICIDADE

Topo

Verônica Laino

5 dicas para deixar sua Páscoa saudável e saborosa

iStock
Imagem: iStock
Conteúdo exclusivo para assinantes
Verônica Laino

Verônica Laino é formada em nutrição pela USP (Universidade de São Paulo), pós-graduada em Nutrição Clínica e Esportiva Funcional e coach de emagrecimento. Trabalhou em clínica particular por sete anos e hoje dedica seu tempo aos seus coachees e a? produc?a?o de conteu?do online, mi?dias sociais e eventos, como forma de alcanc?ar cada vez mais pessoas e ajuda?-las a levar uma vida pra?tica, sauda?vel, balanceada e gostosa.

Colunista do UOL

12/04/2022 04h00

Páscoa é um momento muito especial para estarmos juntos com os nossos familiares e pessoas que amamos e, como toda reunião, temos uma oferta de comida —muitas vezes acima do ideal. A ideia este ano é fazer comidas que dão prazer, mas repensar o volume e incluir alimentos que também proporcionam nutrientes para a refeição. Veja a seguir cinco dicas para deixar a reunião mais saudável, sem perder o sabor.

Aperitivo; prato de entrada; vegetais; hommus - iStock - iStock
Imagem: iStock

1. Entrada

Enquanto esperamos a refeição principal, é muito comum beliscar. Esse momento é uma ótima opção para explorar novos sabores e incluir a salada que provavelmente não vai ter na refeição principal.

A salada em forma de petisco tem uma boa aceitação e é muito fácil de preparar. Basta cortar em formato de palitos pepino, cenoura, pimentão, aipo e beterraba —use tudo na forma crua, pois assim eles ficam crocantes. Sirva acompanhado de patês como homus (patê de grão-de-bico), guacamole (patê de abacate) ou um molho de iogurte.

O molho de iogurte, além de refrescante, é muito fácil de preparar. Basta misturar um pote de iogurte integral, natural e sem açúcar com meia xícara (chá) de hortelã picado, duas colheres (sopa) de azeite, meio limão espremido e finalizar com sal e pimenta a gosto. Coloque esse molho no fundo de xícaras e por cima os palitinhos, assim, ao puxar um palito de vegetal, ele já estará curtido no molho.

Salmão cozido com legumes - iStock - iStock
Imagem: iStock

2. Prato principal

Na Páscoa, é muito fácil se alimentar de forma leve e saudável, afinal o prato principal é o peixe, que não necessariamente precisa ser o bacalhau —para muitos, ele é uma proteína que pode pesar no orçamento. Explore outros peixes e prefira fazer assado, grelhado ou ensopado, evitando as preparações empanadas e fritas.

Para acompanhar, escolha apenas um carboidrato, dessa forma é mais fácil controlar as quantidades. As raízes são excelentes opções, mas prefira sempre na versão cozida, assim ficam macias e, por absorverem água, têm um peso maior, dando a sensação de volume que muitas pessoas buscam na refeição. Batata é uma excelente opção e agrada todos.

Se o peixe for assado ou cozido, abuse de tomate, cebola, abobrinha e pimentão, que vão pegar bem o sabor do peixe e dessa forma você vai consumir os vegetais sem ter aquela cara de legumes que consumimos no dia a dia.

Taças com vinho, bar, happy hour, vinho tinto, amigos, boteclando - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

3. Bebidas

Aqui mora o maior perigo: a bebida alcoólica. Primeiro, porque quando bebemos em excesso, comemos sem prestar atenção nos alimentos e com isso excedemos no volume de comida e beliscos. Segundo que a bebida alcoólica por si só já tem calorias, o que faz com que a refeição muitas vezes exceda o volume calórico ideal.

A dica aqui é sempre revezar a bebida com água, ou seja, para cada copo de cerveja ou taça de vinho, consuma dois copos de água. Dessa forma, você consegue reduzir o volume de bebida alcoólica, evita desidratar seu corpo e reduz o risco de ter ressaca no dia seguinte.

Lembre-se que bebida alcoólica foi feita para ser apreciada e não para "encher a cara". Consuma uma a duas doses no máximo, degustando a bebida, e foque sua energia em estar com outras pessoas e aproveitar o momento em família.

Calda de chocolate derretido com morango - iStock - iStock
Imagem: iStock

4. Sobremesa

Páscoa sem chocolate não é Páscoa! Então o chocolate está liberado.

Uma excelente opção (e mais barata que os ovos de Páscoa) é servir frutas banhadas no chocolate, como se fosse um fondue. Pique de três a cinco tipos de frutas, mas não misture-as, sirva cada uma em um pote. Para o creme de chocolate, derreta 300 g de chocolate amargo e misture com um xícara (chá) de leite ou bebida vegetal e duas colheres (sopa) de semente de chia. Deixe descansar essa mistura por pelo menos uma hora. Antes de servir, basta aquecer no micro-ondas.

Na hora da sobremesa, coloque as frutas picadas e o creme de chocolate (preferencialmente morno a quente) na mesa, assim cada um pode se servir das frutas que mais gostar e colocar o creme de chocolate por cima. Você também pode deixar um potinho com castanhas e amendoim picados, assim a pessoa pode enfeitar o potinho com as castanhas.

Fazendo isso, você come o chocolate, mas também inclui as frutas, que vão dar sensação de saciedade e são saudáveis.

chá de hortelã - iStock - iStock
Imagem: iStock

5. Chá

Claro que a refeição será maior do que a que fazemos no dia a dia, então o ideal é finalizar com uma xícara de chá para ajudar na digestão dos alimentos e não ficar com aquele peso no estômago.

Para fazer é muito fácil: em uma panela pequena, coloque 500 ml de água e deixe no fogo alto até levantar fervura. Enquanto isso, em um potinho, coloque 1/3 de xícara (chá) de folhas de hortelã e 1/3 de xícara (chá) de folhas de alecrim. Macere bem por um minuto. Assim que a água ferver, desligue o fogo, coloque as folhas maceradas na panela, tampe e deixe descansar por 10 minutos. Depois disso, pegue um bule, apoie uma peneira, coe todo o conteúdo da panela e seu chá está pronto. Essa receita rende duas porções.