PUBLICIDADE

Topo

Verônica Laino

Veja benefícios da spirulina e saiba como inserir na dieta

tashka2000/iStock
Imagem: tashka2000/iStock
Conteúdo exclusivo para assinantes
Verônica Laino

Verônica Laino é formada em nutrição pela USP (Universidade de São Paulo), pós-graduada em Nutrição Clínica e Esportiva Funcional e coach de emagrecimento. Trabalhou em clínica particular por sete anos e hoje dedica seu tempo aos seus coachees e a? produc?a?o de conteu?do online, mi?dias sociais e eventos, como forma de alcanc?ar cada vez mais pessoas e ajuda?-las a levar uma vida pra?tica, sauda?vel, balanceada e gostosa.

Colunista do UOL

07/09/2021 04h00

De uns tempos para cá, a spirulina caiu um pouco em esquecimento —sim, ela já passou pela modinha dos "superalimentos" que todo mundo queria consumir —, porém ela é um suplemento que vale a pena ser mantido na dieta! Claro que não precisa ser todos os dias, nem em grandes doses, até mesmo porque o sabor não é muito agradável, mas vale a pena ter em casa e utilizar sempre que possível. Já foi inclusive eleita pela OMS (Organização Mundial da Saúde) como "alimento do milênio"

Para quem não conhece, a spirulina é uma cianobactéria, ou seja, uma microalga. Muitas pessoas confundem seu benefício, afinal, como ela vem do mar, existe uma associação de ela ser fonte de ômega 3, vitamina C e iodo, mas ela não é fonte de nenhum destes compostos. O benefício da spirulina é que ela contém proteína vegetal, compostos fenólicos bioativos que vão ter ação anti-inflamatória e antioxidante. Tem ainda uma concentração alta de antioxidantes, carotenoides, minerais, vitaminas do complexo B, vitamina K e A.

É aquele suplemento que pode ajudar de diversas formas, já que possui vários nutrientes, sendo eficaz como coadjuvante no tratamento do diabetes e desnutrição, processo de emagrecimento, e ainda auxilia na prevenção de doenças cardíacas como infarto e até de alguns tipos de câncer. Ela inclusive já chegou a ser estudada pela Nasa e pela Agencia Espacial Europeia como uma das melhores fontes alimentares para ser utilizada no espaço, já que é densamente nutritiva, prática e leve.

Spirulina - iStock - iStock
Imagem: iStock

Para quem está no processo de emagrecimento, ela pode ser consumida naquele momento que a pessoa sente mais fome no dia, pois ela aumenta a sensação de saciedade, principalmente por conta da fenilanina, que faz com que você coma menos. Além disso, sua ação anti-inflamatória ajuda o corpo no processo de eliminação de gordura do tecido adiposo.

Para mulheres, pode ser um grande auxílio, principalmente para as meninas que têm um fluxo muito intenso ou para as mulheres que estão no climatério, pois ele ajuda a balancear os hormônios femininos.

No idoso, é interessante pois seus antioxidantes e minerais ajudam a combater inflamações e melhorar a imunidade. Outro ponto importante é que ela age no processo de desintoxicação, auxiliando na redução da toxicidade renal por metais pesados, por exemplo.

Como ainda estamos vivendo tempos difíceis, ela recebe uma atenção especial, já que ajuda a deixar nosso sistema imunológico fortalecido, pois a vitamina E e o zinco estimulam a produção das chamadas "células T", que são responsáveis pela identificação de invasores no organismo. Além de possuir aminoácidos capazes de fazer a renovação celular.

Combate os radicais livres por ser rica em antixoxidantes, vitamina B1 e E, magnésio, ferro, manganês e betacaroteno. Esses componentes estimulam na renovação da pele, cabelo e unha, além de auxiliarem na recuperação de processos inflamatórios e prevenir doenças degenerativas.

Mulheres grávidas e que estejam amamentando devem sempre consultar seu nutricionista antes de consumir, pois a ingestão costuma não ser indicada nestes casos.

Suco verde - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

Ao comprar a spirulina, evite as que vêm da China, pois, por ser uma alga, ela funciona como um filtro, então se está em um ambiente cheio de metais pesados, ela vai vir intoxicada. Por isso, sempre pergunte para o dono da loja de produtos naturais qual a origem da spirulina. Uma boa opção é a spirulina da Amazônia, que vem flocada e uma colher (de chá) já é suficiente para você ter os benefícios para seu corpo. Por ela ter um sabor bem forte e não muito agradável, a dica é misturar com alimentos mais ácidos como o limão.

Você pode fazer um shot com um limão pequeno, uma colher (de chá) da spirulina, dez gotas de própolis e um colher (de café) de guaraná cipó. Mistura bem, adiciona um pouco de água e bebe. Outra opção é adicionar a spirulina ao suco, assim já mascara o sabor e dá uma turbinada na sua receita.