PUBLICIDADE

Topo

Dr. Kalil

Dois corações em um paciente: técnica inédita é brasileira; entenda como foi feita

Roberto Kalil

Roberto Kalil Filho é médico cardiologista, professor titular da disciplina de Cardiologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), presidente do Instituto do Coração (inCor/HCFMUSP) e diretor do Centro de Cardiologia do Hospital Sírio-Libanês. É responsável pelo portal de saúde Dr Kalil Coração & Vida, consultor do quadro Bem Estar, do programa ?Encontro?, da Rede Globo, e estreou o programa Minuto do Coração, na Jovem Pan.

Colunista do UOL

29/11/2021 04h00

Nas últimas semanas, um paciente que viveu 45 dias com dois corações atraiu a atenção de todo o país. A técnica, inédita no mundo, foi desenvolvida e realizada no Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (InCorHCFMUSP).

Caso clínico: um paciente jovem, de 55 anos, com pressão alta no interior dos pulmões e insuficiência cardíaca. Necessitava de transplante de coração, mas sua condição de saúde não permitiria o transplante tradicional.

O procedimento, que basicamente consiste em utilizar um coração doado e o próprio órgão do paciente, mostrou-se 100% eficiente, tirando-o de uma condição que evoluiria para cuidados paliativos.

Convido vocês a conhecerem e entenderem o ineditismo desta história, em conversa que tive com o cirurgião cardiovascular inventor do procedimento inédito do mundo, Fábio Gaiotto.